Seminário do Projeto Parabólica orienta sobre financiamento e diálogos para projetos de difusão da cultura afro-brasileira


A Fundação Palmares em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais e a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura, realizará nos dias 29 e 30 de março o Seminário do Projeto Parabólica no Teatro Aparecido de Oliveira, na Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa (Teatro José Aparecido Oliveira – Praça da Liberdade, 21 – Funcionários). As inscrições para participar do seminário podem ser feitas pelo site www.palmares.gov.br.

O Projeto Parabólica tem por finalidade promover o diálogo direto entre o governo e os agentes sociais interessados no desenvolvimento de políticas públicas e projetos que promovam e disseminem a cultura afro-brasileira. Coordenado pelo Departamento de Fomento e Promoção da Cultura Afro-brasileira (DEP), da Fundação Cultural Palmares (FCP), vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), o Parabólica visa buscar caminhos diretos e simplificados para viabilizar a ação interativa e dinâmica da cultura negra. Com a criação deste projeto será possível construir uma metodologia participativa entre a FCP/MinC e os interlocutores civis, tornando viável a formulação e execução de políticas públicas de forma democrática. Inúmeras são as demandas que a FCP recebe para o desenvolvimento de parcerias, convênios, consultorias e/ou apoios diretos e o suporte a essas demandas pode ser dado de várias formas, não apenas financeiro.

O Parabólica acontecerá em dez capitais com o objetivo de orientar gestores e técnicos de instituições de cultura afro-brasileira, agentes culturais, políticos, artistas e produtores, a fim de garantir sua participação nas seleções por meio do poder público, assim como informá-los sobre formas e possibilidades existentes de financiamento da cultura. Para isso, será realizado um ciclo de palestras com orientações básicas a respeito da elaboração de trabalhos e captação de recursos.

Os estados foram selecionados a partir de uma pesquisa quantitativa de projetos recebidos pela Fundação nos últimos dois anos. Essas escolhas foram realizadas por meio de um mapeamento dos estados que mais apresentaram projetos ou buscaram informações junto à Fundação, incluindo os candidatos a editais e seleções públicas.

Por que Parabólica? A Parabólica é uma antena refletora utilizada para a recepção de sinais de rádio e TV. Ela reflete o sinal que vem do espaço em todas as direções para o centro da antena, onde está o captador. Logo, o Projeto Parabólica terá de captar informações vindas de vários estados, trazendo-as ao centro da discussão na FCP. Seguem, em anexo, convite e programação do Projeto Parabólica em Belo Horizonte.

Manuella Machado
Superintendência de Interiorização
Secretaria de Estado de Cultura
http://www.cultura.mg.gov.br/

Comentários

Leca disse…
Parabéns pelo blog...
cheguei a ele...enquanto estava flutuando atrás de Cora Coralina...
beijos
Leca

Postagens mais visitadas