Especial 21 de Março: dia mundial da poesia


Poesia Nossa de Todos os Dias

Poesia nossa que estás na alma
de cada ser, mesmo em botão...
Bendita sejas, pois trazes calma
ao corpo, mente e coração...
Dir-me-ás, tu, transloucada amiga,
que o coração do corpo é parte;
responder-te, espero que consiga,
com tal pergunta, não com arte:
Onde reside tua emoção?
Na cabeça, no tronco ou membros?
Dirás, então, "No coração!"
Busco lembranças, meus relembros
e já aflita, contendo a ânsia,
volto ao passado, retorno ao ontem,
chegando aos dias de minha infância...
Em meu pensar, que se defrontem,
ao sabor do vento, hoje e outrora:
raios de sol se pondo, som plangente...
raios de sol, nascendo a aurora!...
Vejo-me eu, lápis da mão pendente,
a escrever na lousa ou no papel...
a reinventar histórias... fantasia...
fadas, duendes, Rapunzel!
A rabiscar meus versos... poesia!...
Aos borbotões, da profundeza
de meu ser, jorra-me a palavra
em profusão: rio... correnteza...
só idéias de minha lavra...
só para matar a sede e a fome
do escrever: dizer e contar...
sendo que a tudo isso se some
a grã vontade de versejar...
Se as praças são do nosso povo
assim como os céus são do condor,
com tal constatação eu me comovo:
é meu e teu todo e qualquer dia,
com fé, esperança, paz e amor,
porque todos os dias são de poesia!...

Carvalho Branco

http://lunaeamigos.com.br

Comentários

Poesia Nossa de Todos os Dias
Poesia nossa que estás na almade cada ser, mesmo em botão...Bendita sejas, pois trazes calmaao corpo, mente e coração...

Carvalho Branco

Ler você hoje, vai finalizando um dia de esplendor, com admiração,
Efigênia Coutinho

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos