Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2009

Fórum Social Mundial discute auditoria da Dívida na América Latina e a CPI da Dívida no Brasil

Imagem
O Seminário "Auditoria da Dívida na América Latina e a CPI da Dívida no Brasil" realizado no dia 30 de janeiro em Belém durante o Fórum Social Mundial contou com a presença de cerca de 500 pessoas. O objetivo do evento foi alcançado, divulgando-se a experiência soberana e histórica da Comissão de Auditoria Oficial da Dívida Equatoriana (CAIC), e demais iniciativas de auditoria que estão se iniciando na Bolívia, Venezuela e Paraguai.

O evento visou também estimular e organizar a intervenção da sociedade civil na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Dívida Pública, criada no Congresso Nacional do Brasil em dezembro de 2008.Participaram como palestrantes Eric Toussaint (Comitê para a Anulação da Dívida do Terceiro Mundo/Bélgica e membro da CAIC), Ivan Valente (Deputado Federal – PSOL/SP, proponente da CPI da Dívida), Maria Lucia Fattorelli (Auditoria Cidadã da Dívida do Brasil e membro da CAIC), Babá (Ex-Deputado Federal / Unidos para Lutar – Conlutas) e Ricardo Ulcuango (…

Más de 120 Pueblos Indígenas presentes en el Foro Social Mundial proponen soluciones a la crisis de la civilización

Imagem
En defensa de la Madre Tierra

Un impresionante "Encuentro Intercultural de Pueblos Indígenas ante el Mundo" cerró las actividades indígenas en el Foro Social Mundial (FSM) en Belem de Pará, Brasil y
en el cual participan más de 120 Pueblos Indígenas, principalmente del Abya Yala.

A lo largo del día, en las Carpas de Pueblos Indígenas y de Derechos Colectivos, se debatieron los procesos y alternativas indígenas en relación a la Iniciativa para la Integración de la Infraestructura Regional Suramericana, IIRSA, cuyos megaproyectos vulneran territorios, medio ambiente y bienes naturales.

Precisamente el tema de tierra y territorios, identidad y comunidad fue central en la primera jornada del Foro Crisis de Civilización, que continúa hoy debatiendo acerca de la crisis del Estado-nación, autonomías, autogobiernos y Estado plurinacional comunitario.

La construcción de la institucionalidad propia fue otro de los importantes temas que concentraron la atención de los participantes en el FS…

Fórum Social Mundial recibe presidentes de latinoamérica

Imagem
El segundo día del Foro Social Mundial está marcado por la presencia de presidentes de Latinoamérica. Centra también sus debates alrededor del llamado al rescate y defensa de la amazonia y su medio ambiente.
Por primera vez en su historia, este último jueves de enero el Foro Social Mundial acoge, en el mismo momento, a cinco presidentes en ejercicio: Hugo Chávez, Evo Morales, Fernando Lugo, Rafael Correa y Lula da Silva, invitados formalmente por el Foro de Autoridades Locales y de la Amazonia.

Defensa de la tierra objetivo de indígenas en FSM

Una gran jornada de movilización mundial en defensa de la Madre Tierra y contra el suicidio planetario, la creación de una agenda común y el cese al genocidio, son algunos de los temas que los pueblos indígenas debaten en el FSM de Belem.

Crisis valorizan la Amazonia

El cambio climático que obliga a contener la deforestación, las fuentes energéticas tradicionales como verdugos de los pueblos locales y la necesidad de la soberanía alimentaria fueron …

Imersão Latina convida para atividades no Fórum Social Mundial Amazônico em Belém do Pará

Imagem
Participe com a gente do Fórum Social Mundial Amazônico 2009 de 27 de janeiro a 1º de fevereiro em Belém - http://www.fsm2009amazonia.org.br/

Veja as nossas atividades!

28/01/2009
na Universidade Federal do Pará - UFPA
BásicoPavimento FB sala F1 - 15h30 às 18h30
Palestra e debate: "Vozes da Cabanagem"
A importância da resistência popular 174 anos depois da revolta. Índios negros e mulatos se uniram contra a política no Pará. As verdadeiras mudanças acontecem quando o povo une por seus direitos.


29/01/2009 no Espaço Chico Mendes do Acampamento da Juventude 12h às 15h
Atividade cultural "O Corpo como instrumento de resistência"
Performance poética que mostra a força dos ritmos latino-americanose as mesclas étnicas no nosso corpo. Veja programação no www.iteia.org.br/aij2009 Parcerias:ONG ATINI: Voz pela Vida, Associação Caverna de Adulão e Escola Avalanche de Missões Urbanas.

31/01/2009 na Universidade Federal do Pará - UFPA Profissional pavimento IP Sala IP 08 -
15h30 às 18h3…

Ensaio Fotográfico: Povos seguem em Marcha em Belém por um outro mundo possível

Imagem
Crianças, mulheres e homens de vários países e etnias marcharam juntos pedindo um outro mundo possível na abertura do Fórum Social Mundial em Belém. Nem mesmo a chuva impediu cerca de 80 mil pessoas a seguirem pelas ruas de Belém por paz, justiça social. As fotos são de Brenda Marques e podem ser utilizadas, desde que citada a fonte.

Por Brenda Marques Pena





O Fórum Social Mundial e o dilema da estratégia

Imagem
Postamos aqui a contribuição de dois pernambucanos sobre o Fórum Social Mundial frente à crise econômica do neoliberalismo. O conteúdo nos ajuda a refletir sobre como o fórum é visto, mas ressaltamos que muitas afirmativas do texto não condizem com a real luta do fórum. O Fórum Social Mundial jamais buscará uma alternativa hegemônica, pois o que se constrói no diálogo com os diferentes movimentos sociais é a diversidade de lutas anticapitalistas. Como Organização não-governamental, o Instituto Imersão Latina acredita que qualquer modelo que busque a supremacia em nosso mundo será opressor. O socialismo que os movimentos buscam tem suas particularidades em cada país e deve ser construído no processo. _______________________________________________ Os limites do Fórum Social Mundial e o dilema da estratégia
Por Maurício Gonçalves e David Cavalcante*
O IX Fórum Social Mundial ocorreu em Belém (PA) num momento histórico particular. O capitalismo está diante de sua maior crise econômica desde 1…

Revolución Cubana cumple 50 años

Imagem
Entre los días 27 de enero y 1ro de febrero estára sesionando en el estado de Pará Belem el Foro Social Mundial.

Los compañeros del Comité Organizador de este importante evento habilitaron en la Universidad Federal de Pará, Sede Principal del Foro, un espacio que se será identificado como "Casa Cuba 50 Aniversario del Triunfo de la Rvolución", donde alternaremos además sus horarios de funcionamiento con los amigos del Foro de Sao Paulo.

Sabemos que no todos podremos encontrarnos allí por diferentes razones, pero conocemos que hay muchos amigos que nos van a acompañar y que se vinculan con mucha fuerza al Movimiento de Solidaridad con Cuba, razón por la cual ruego les hagan saber del programa, nos contacten y los inviten a las actividades previstas.

Reciban un abrazo.
Fabio



PROJETO DE PROGRAMA “CASA CUBA 50º ANIVERSÁRIO”


TERÇA 27/01/09
HORÁRIO DISPONÍVEL: 12.00 HRS- 18.30 HRS E NOITE
12.30 Apresentação de vídeoclips cubanos com música popular de Cuba.
13.00 Inauguração da exposição fo…

Fórum Social Mundial: Crise abre brechas para mudanças

Imagem
Por Mario Osava, da Envolverde IPS

Um Fórum Social Mundial revitalizado pela crise global, que desperta nova atenção às propostas de “outro mundo possível” tornando-as menos utópicas ou mais necessárias, terá sua nova edição entre 27 deste mês e 1º de fevereiro em Belém. A economia mundial ferida promoverá na capital paraense um debate mais concretosobre “o caráter da crise” e o modelo de desenvolvimento, disse Cândido Grzybowski, diretor do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase), e um dos primeiros organizadores do FSM.A decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ir a Belém nos dias 29 e 30 deste mês, deixando de lado do Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, reflete uma mudança na correlação.

Em janeiro de 2007, Lula preferiu estar em Davos e não na sétima edição do FSM, em Nairóbi. Era época das vacas gordas, forte crescimento econômico mundial, preços de matérias-primas no auge e também os investimentos estrangeiros no Brasil. O capital prometia…

Fundo de Solidariedade garante a participação de povos originários e minorias excluídas no FSM 2009

Imagem
Os povos originários e tradicionais, a exemplo dos indígenas, quilombolas, ribeirinhos, além de minorias excluídas, serão uma prioridade política no Fórum Social Mundial 2009 Amazônia, conforme decisão do CI.

Pensando na participação política, mas também presencial de grupos e organizações foi criado um Fundo de Solidariedade que visa garantir a vinda dessas delegações a Belém, sede do FSM, entre 27 de janeiro a 1º de fevereiro.

O “fundo” é financiado por organizações internacionais e nacionais e vai ajudar, o tanto quanto possível, em uma participação equilibrada, de acordo com as prioridades decididas na última reunião do CI (Conselho Internacional), como os povos indígenas e tradicionais, e em seguida, de organizações e entidades de países que historicamente não faziam parte do processo Fórum, mas que desde o Dia de Ação Global em janeiro de 2008, passaram a participar.

Caso o Fundo de Solidariedade Internacional não seja suficiente para cobrir todas as solicitações, as decisões sobre…

FSM 2009: Fazendo Historia?

Imagem
Por Dirlene Marques*
Do dia 27 de janeiro a 1 de fevereiro, Belém do Para estará recebendo milhares de militantes de todo o mundo para o Fórum Social Mundial 2009. Como em todas as versões do Fórum realizadas no Brasil, centenas de militantes sociais de Minas também estarão presentes.Todos acreditando em uma utopia: “Um outro Mundo e Possível”.
Quando de sua convocação na Amazônia, um grande desafio estava colocado: discutir a questão ambiental considerada estratégica para aqueles que pensam um outro mundo fora do capitalismo como também por aqueles que ali vêem a ampliação de sua lucratividade.

O Movimento Social tem estudado e denunciado as obras previstas no PAC, que fazem parte do plano de Integração da Infra-Estrutura Regional do Sul (IIRSA) para a região. Tem três projetos de enorme impacto sócio-ambiental – as usinas hidrelétricas de Belo Monte, no Pará, e Santo Antônio e Jirau, no rio Madeira, em Rondônia -. Na área de transporte, nota-se em particular o asfaltamento da parte pa…

Foro Social Mundial X Neoliberalismo

Imagem
El Instituto Imersão Latina estará en los días 26 de janero a 1º de febrero participando del Foro de Media Libre y del Foro Social Mundial em Belém, Pará, una de las ciudades de la floresta Amazônia brasileña. En los proximos días trataremos en este blog de los temas tratados el más grande encuentro de organizaciónes no governamentales del mundo.
El Foro Social Mundial es un espacio abierto de encuentro para: intensificar la reflexión, realizar un debate democrático de ideas, elaborar propuestas, establecer un libre intercambio de experiencias y articular acciones eficaces por parte de las entidades y los movimientos de la sociedad civil que se opongan al neoliberalismo y al dominio del mundo por el capital o por cualquier forma de imperialismo y, también, empeñados en la construcción de una sociedad planetaria orientada hacia una relación fecunda entre los seres humanos y de estos con la Tierra.
Rolando Revagliatti, poeta argentino envió a nosotros un poema que se opone a este sistema…

Obama: uma nova esperança de aproximação com a América Latina?

Imagem
Relações de maior cooperação com os Estados Unidos sob a presidência de Barack Obama podem ampliar no futuro o peso internacional do Brasil, afirmam especialistas. No imediato, espera-se uma mudança na posição de Washington a respeito da mudança climática e de Cuba. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu em seu programa de rádio semanal desta segunda-feira o fim do bloqueio norte-americano contra Cuba. Seria o primeiro sinal de uma mudança na política da potência do Norte em relação à América Latina, que foi “equivocada durante muito tempo”, afirmou.
O diplomata João Clemente Baena Soares, ex-secretário-geral da Organização de Estados Americanos, afirmou à IPS que acabar com a exclusão de Cuba do sistema interamericano é “um desejo de toda a América Latina”. Uma política positiva para esta região por Obama, do Partido Democrata, “começaria pela suspensão do embargo”, afirmou.
O Brasil se beneficiaria, “não pelo que Obama pode fazer pelo Brasil, mas pelo futuro da humanidade, …

Juventude da classe trabalhadora luta contra as demissões e defende os direitos e a Soberania do Brasil

Imagem
Cerca de 300 jovens universitários Marcharam em Belo Horizonte, Minas Gerais nesta terça-feira 20, numa caminhada de 16 Km, do Barreiro, passando por vários bairros até ao escritório da VALE, no centro de BH, para demonstrar a disposição em Lutar e Resistir pelos interesses dos Trabalhadores.

A atual crise econômica, a pior dos últimos 80 anos, que assola a economia mundial e já afeta gravemente o Brasil demonstra a falência deste sistema econômico que além de não permitir uma vida digna à grande maioria, gera de tempos em tempos as crises que aumentam ainda mais as desigualdades. Ao contrário do que afirmam a mídia e os governos as crises não são obra do acaso ou responsabilidade de apenas alguns investidores. As crises são conseqüência do próprio desenrolar do sistema capitalista. Ou seja, o próprio capitalismo é responsável pelas crises que se apresentam ao final de cada ciclo de expansão econômica. Depois de lucrar muito nos períodos de crescimento, as empresas querem, nos momentos…

Grupo Tibarené se apresenta no Museu Nacional da Poesia neste domingo

Imagem
O Museu Nacional da Poesia (MUNAP)
apresenta Sementes de Poesia - edição extra com o espetáculo poético “PORTO” com o Grupo Tibanaré de Cuiabá. Seguindo com o programa de Intercâmbio Artístico-Cultural do Munap o Sementes de Poesia recebe o Grupo Tibanaré e propõe um diálogo poético entre atores-poetas e público logo após o espetáculo. O evento é aberto ao público e conta com o apoio da Fundação de Parques Municipais de Belo Horizonte. A realização do Museu Nacional da Poesia está sob a direção de Regina Mello, artista visual e poeta, com formação multidisciplinar no Brasil e exterior. Pesquisa e desenvolve programas interculturais com projeção internacional.

O Grupo Tibanaré foi criado em 2004 com o propósito de fomentar a arte, se utilizando de vários desdobramentos para trilhar um caminho profissional. Inicialmente, os atores se dedicavam a pesquisas e a busca do “ser ator”. Entre as primeiras produções, de cunho experimental, estão os espetáculos “O sumiço do Rei” (Infantil); “Mundo …

"Minha casa é sua casa" debate a cena musical independente no Brasil

Imagem
A Casas Associadas - Associação Brasileira de Casas de Shows Independentes promove neste mês um debate envolvendo agentes dos mais diversos segmentos culturais de cada região brasileira, com o intuito de mapear as diferentes realidades em que está inserida a música independente do Brasil.

Intitulado "Minha casa é sua casa", o debate que as casas de norte a sul do país irão sediar na última semana de janeiro, em formatos adaptados ao funcionamento de cada casa associada, terá seus relatos publicizados ainda no primeiro bimestre de 2009. Uma vez compartilhadas, as informações geradas a partir da atividade servirão como um catálogo dos perfis distintos de cada cena, orientando o trabalho de bandas, produtores, casas de shows e o interesse do público.
O "Minha casa é sua casa" acontecerá no período entre 26 e 31 de janeiro, e será aberto a todos os interessados na música independente do país, além de contar com músicos, produtores e jornalistas convidados para as mesas.

E…

Subimperialismo, crise e migrações na América Latina

Imagem
Roberta Traspadini*

Existem vários motivos que explicam as migrações. Com o foco nos sujeitos pertencentes à classe que vive do trabalho, um dos principais motivos da saída de seu território, é a falta de expectativa de inclusão no mercado de trabalho local e o aparente, ora real, ora irreal, sonho de inclusão em um local distante.
Esse motivo tem uma relação direta com o mundo da sobrevivência, logo, define, em primeira mão, não o desejo de sair do lugar de origem, mas sim a necessidade de fazê-lo dada a realidade cotidiana da exclusão-opressão sofrida em seu país.Essa migração forçada pelo mundo da necessidade é um tipo de exílio. O exilado vive sempre entre o que deseja e o que realmente pode ter, a partir do poder do outro sobre ele.
O migrante latino depende da política subimperialista exercida no continente. O subimperialismo se define pela capacidade dos Estados mais fortes ditarem as regras aos Estados mais débeis, para que estes reproduzam a mesma política opressora do capital c…