Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Imel 9 anos: Imersão Latina anuncia nova diretoria e faz convite para filiação

Imagem
Puxa...já se passaram 9 anos! Aqui estamos de pé. Com calos nas solas, mas seguindo adiante, olhando para as montanhas, despertados pela poética dos ativistas, que são os que realmente produzem as mudanças necessárias para um mundo de utopias possíveis.

 A comemoração foi no dia 23 de outubro, no espaço Suricato de Belo Horizonte com várias atrações artística: banda Cáustica, Grupo Sôlua e poesia com Nós da Poesia (Helen Novais, Márcia Kambeba, Kênia Nicácio e Paulo José). Confira como foi um pouco nas fotos aqui desta rede, no álbum: Imersão Latina 9 anos.

 Para quem já é e os que estão chegando. Após reuniões e conversas de diretoria do Imel, chegamos a seguinte configuração da nova direção do Instituto Imersão Latina:

Diretoria Imersão Latina - outubro de 2014 a outubro de 2017 

Brenda Marques Pena - Presidente
Nelson Rodrigues Pombo Jr. - Vice-presidente
Rosangela Ferris - Primeira secretária
Aloísio Soares Lopes - Segundo secretário
Verlaine de Assunção Prado - Tesoureira

Conselho…

Zuenir Ventura vira imortal

Imagem
O jornalista e escritor Zuenir Ventura, 83 anos, foi eleito para a Academia Brasileira de Letras, na tarde desta quinta-feira (30/10). O novo imortal ocupará a cedeira de número 32, que pertenceu ao escritor e dramaturgo paraibano Ariano Suassuna, morto em julho deste ano em decorrência de um AVC. Nascido em 1931 em Além Paraíba, interior de Minas Gerais, Zuenir ingressou no jornal carioca "Tribuna da Imprensa" nos anos 1950. Em 1959, recebeu uma bolsa do governo francês para estudar em Paris, e atuou como correspondente da "Tribuna", fazendo coberturas de eventos históricos, como a passagem de João Goulart pela capital francesa antes de se tornar presidente e o encontro de cúpula em Viena entre Kennedy e Kruschev. Zuenir depois retornou ao Brasil e trabalhou em veículos como "O Cruzeiro" e "Visão". Em 1968 foi preso, acusado de atividades subversivas pela ditadura militar. Ele depois escreveria um dos maiores destaques de sua bibliografia: "…

Ciclo Jornalismo e Literatura debate os 50 anos da ditadura militar no Brasil

Discussões acontecerão durante o Fórum das Letras, que será realizado entre os dias 29 de outubro e 2 de novembro, em Ouro Preto
O Ciclo Jornalismo e Literatura, que compõe a programação do Fórum das Letras de Ouro Preto, já confirmou os participantes desta edição do evento. Seguindo o mote central do encontro, “Escritas em Transe”, o espaço debaterá diversas questões relacionadas, em especial, à ditadura brasileira, já que todos os convidados possuem obras relacionadas à temática ou à opressão, de uma forma mais geral. O Ciclo é coordenado por Marta Maia, professora de Jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), responsável pela organização do evento. O Fórum das Letras, cuja programação é inteiramente gratuita, acontecerá de 29 de outubro a 2 de novembro, na cidade barroca mineira.
Audálio Dantas (Presidente da Comissão Nacional da Verdade dos Jornalistas), Daniela Arbex (Tribuna de Minas), Eliane Brum (El País), Luiza Villaméa (Revista Brasileiros), Mário Magalhães (col…

Inscrições para o mestrado em integração latino-americana estarão abertas até 17 de novembro

Imagem
Estão abertas as inscrições para o curso de mestrado em Integração Contemporânea da América Latina, que seguem até o dia 17 de novembro. O edital que disciplina o processo seletivo pode ser conferido aqui. Mais informações podem ser obtidas no site do PPG-ICAL, em www.unila.edu.br/mestrado/ical. Estão abertas 15 vagas gratuitas para esta que será a segunda turma do programa. As vagas são destinadas, preferencialmente, a candidatos latino-americanos, graduados na área de Ciências Humanas e Sociais, Linguística, Letras e Artes. Na distribuição das vagas, será considerada a proporcionalidade entre brasileiros e demais latino-americanos. O quadro docente é composto por professores efetivos e seniores da UNILA, além de docentes externos. As inscrições poderão ser realizadas por e-mail ou pessoalmente. O candidato deverá acessar a aba “Inscrições” no site, baixar e preencher o formulário e o termo de anuência, que deverão ser entregues na Secretaria do Programa ou enviados para o e-mailselec…

Comunicação Pública será debatida na Câmera Municipal de Belo Horizonte esta semana

Imagem

Eleições 2014: Dilma Rousseff é reeleita presidente do Brasil em uma votação em que mais de 30 milhões de brasileiros deixaram de ir às urnas

Imagem
Dilma Vana Rousseff (PT), 66 anos, foi reeleita, em segundo turno, neste domingo (26), presidenta do Brasil. Com 100% dos votos apurados, a petista somou 51,64% (54.499.901 votos) dos votos válidos contra os 48,36% (51.041.010 votos) de Aécio Neves (PSDB). A diferença  entre os candidatos foi de 3.458.891 votos. As abstenções somaram 21,10%, um total de 30.137.165 votos. 

Fonte: EBC. 

Leia mais

Voto e conjuntura no Brasil em 2014: consórcio petucano?

Por Nilvo Ouriques para o Correio da Cidadania*

Desde Buenos Aires, Atílio Borón faz um chamado a seus amigos e companheiros no Brasil e os convoca a assumir o voto em Dilma Rousseff nas eleições de domingo. Estou entre os amigos de Atílio, com quem tenho antiga colaboração e amizade, razão pela qual me animo a responder sua valiosa reflexão. A Europa pode ser nosso espelho?

Creio desnecessária a valorização de Atílio sobre a conjuntura europeia, especialmente aquela relativa a Alemanha dos anos 30. A razão é simples: ainda que para efeito de ilustração é sempre útil pintar toda escolha como se estivéssemos realmente inseridos na lógica de uma situação extrema, a conjuntura brasileira em nada se assemelha com a época prévia à ascensão do nazismo e o contexto da grande crise de 1929. Nem mesmo o mais pessimista analista poderia afirmar que estamos próximos daquela situação. No entanto, tem sido recorrente recordar o conflito entre os comunistas e a socialdemocracia europeia, como s…

Manifesto Aberto para o Futuro Presidente do Brasil

Imagem
A apenas 48 horas do dia da eleição, a comunidade Avaaz respondeu ao que foi, provavelmente, a maior pesquisa eleitoral já feita a respeito das prioridades para o próximo presidente. Os resultados são muito animadores: 
Número 1: Educação: Tornar a educação a prioridade número 1 do Brasil, começando pelo treinamento adequado e aumento salarial dos professores da rede públicaNúmero 2: Saúde Pública: Distribuir a força de trabalho de médicos nas regiões mais precárias do Brasil, garantindo pelo menos 1 médico para cada mil habitantes, como recomendado pela Organização Mundial da SaúdeNúmero 3: Combate à Corrupção: Proibir dinheiro de empresas privadas no financiamento de campanhas eleitoraisNúmero 4: Energia Limpa & Mudanças Climáticas: Transformar o Brasil em um país com energia 100% limpa até 2050 e liderar o debate global para combater as mudanças climáticasNúmero 5: Amazônia e Florestas: Zerar o desmatamento até 2030Número 6: Democracia: Criar o melhor modelo de participação públ…

Imersão Latina completa nove anos de ativismo cultural com arte amanhã no Espaço Suricato em Belo Horizonte

Imagem