25 de julho: Dia do Escritor


Alturas del Pueblo de Neruda


Porque resulta tan dificil
Ser lleno de poesia
Sin las montañas
Sin tu sonrisa?


Porque resulta tan difícil
Inspirarme en las calles
Del viejo pranto juvenil
y romper con los males?


Porque resulta tan difícil
Quedarme en mi gran pais?
Cuando aqui no estas
Sigo en silencio…


Porque resulta tan dificil
Seguir sin tu mirada
A dar energía a mi vida?


Bren
da Mar(que)s Pena
Presidente do Instituto Imersão Latina (IMEL)
Cônsul de Poeta del Mundo em Belo Horizonte
Minas Gerais/Brasil



Oír Tu Nombre
Llamote para todo lo siempre...
El viento de La isla Negra murmoreame tu nombre eterno:

N
N
N
N


EEE
R
R
R


RR RR
U


Uuu Uu
DDDDDDDddd


D
d


AA
a aaaaaaaaa


PP
P PPPPP
pppp


AAAA A AAAA A


BBBB


LLLLLLL


(( OO))


PPP
PABLO NERUDA
B
L
PABLOOoooOOOOOOOOO


O


Clevane Pessoa
Vice-Presidente do Instituto Imersão Latina (IMEL)


Isla Negra de Neruda


Pensar em Isla Negra é recordar Neruda
Tua casa, tuas tardes, teus encantos
Um papel e uma pena, algumas palavras e tudo se cria
Ensaios em vila para um “Canto Geral”

Vagões em madeira viajam no tempo em busca do pai
E neles há de todas as coisas do mundo: obras de arte, quadros,
Gravuras, fotos, búzios, garrafas, mapas...
Fazendo-se de tua casa uma eterna aventura, ele brincava de noite e de dia
Assim ele dizia...

Neruda ainda se faz presente em bela vista para o pacífico
Sentado num banco de areia, ele observa o mar
De olhos fixos no horizonte
Ele deslumbra a liberdade em silêncio

Enquanto que, em sua casa, medusa se encontra na sala de estar
Na companhia do grande chefe Comanche
Ao ritmo de Marinera, eles choram a ausência de Pablo, vazios de si mesmos


Mas será medusa uma alusão ao cabelo emaranhado de Matilde Urrutia?
Sabe-se lá, os pensamentos do poeta do povo e do amor
Que em tempos difíceis de ditadura
“A sua única arma, era a poesia”.

Luciana Tannus
Poeta del Mundo - Aracaju/SE – Brasil

Estes e outros poemas, de poetas de 31 países, em homenagem aos 106 anos de Neruda, estão expostos neste mês de julho na casa do Poeta del Mundo Alfred Asís, em Isla Negra, Chile, ao lado do Museu que foi a Casa de Pablo Neruda.


Estendemos esta homenagem a todos os escritores da América Latina!

*Cartaz cedido gentilmente pelo poeta Alfred Assis.

Acesse: http://www.ciberexplora.cl/nerupoerecibido.htme veja a lista dos participantes que contribuem com trabalhos em homenagem a Pablo Neruda no Chile e algumas fotos da exposição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos