Pular para o conteúdo principal

Reforce a marcha dos pacificadores neste sábado na passeata da Paz em Belo Horizonte

A concentração será a partir de 15 horas, em Belo Horizonte, Minas Gerais no encontro das ruas Bahia e Guajajaras. Quem puder, vá de branco, ou pelo menos, com camisetas brancas, leve flores e balões brancos.

Esse é um aquecimento para o evento BH na PAZ, do dia 24 de outubro, na Praça da Estação. Os poetas pela Paz e pela Poesia estarão mais uma vez presentes, boa parte deles integram o livro Nós da Poesia, organizado Imersao Latina, que será lançado neste domingo, de 12h às 17h no restaurante Cozinha de Minas (rua Guajajaras, 45 - bairro Funcionários - BH/MG)

No dia 24 de outubro, na Praça da Estação, em frente ao Museu de artes e Ofícios da capital mineira, , haverá a grande festa BH NA PAZ, coordenada por Anderson Martins, da banda Dominus, a partir de 14 horas . Os poetas Pela Paz e Pela Poesia e de Poetas del Mundo estarão centrados em um estande oferecido pela Associação Arte pela paz.

Se no ano passado, a festa pela PAZ reuniu inúmeras ONGS e grupos culturais, e 15.000 participantes, neste ano, promete um número ainda maior de pessoas. A entrada será 1k de alimento não perecível.

Vamos esquentar nossas gargantas para pedir paz, com os poemas do livro Nós da Poesia do Cláudio Márcio Barbosa, da ONG Alô Vida e da Terezinha Romão.

A PAZ

Está
dentro de cada um de nós
Faz-se nobre
Aquele que sabe coroá-la


Cláudio Márcio


Paz Mundial

Rufam-se os tambores
Tocam-se os clarins
Pena, não ser de alegria
Isto parece o fim.

Dá uma tristeza danada
Ver tanto inocente pagar
Por um erro que não cometeu
Nem ele, nem você, nem eu.

Por que isto, minha gente?
Crianças morrem de fome
Mutiladas, abandonadas
Ou, não parece, então?!

Vamos lutar por um mundo melhor
Esquecer as divergências
Dos países, povos, “raças”, crenças
Vamos dar as mãos!

Se eu não fizer e se você não ajudar
Nada vai acontecer, nada vai mudar.

Unidos por um mundo melhor
Guerra não é legal
Lute! Grite! Solte a voz
Pela PAZ MUNDIAL.

Terezinha Romão


MEMÓRIA

Poetas pela Paz e Pela Poesia no BH Na PAZ em Outubro de 2008

Em pé, da esquerda para a direita:Clevane Pessoa e Avair taveira, sentadas, na frente, Bilá Bernardes, Tânia Diniz e Lívia Tucci, postadas à frente do super banner com os demais Poetas Pela paz e Pela Poesia, entre os uais, a maioria é membro de Poetas del Mundo (foto de Marco llobus, em março de 2007).

Multirão solidário de livros
As informações sobre o BH na Paz foram enviadas por Clevane Pessoa, vice-presidente do Instituto Imersão, Latina, Cônsul de Poetas del Mundo e autora de O Sono das Fadas e Erotíssima, lançados este ano na Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Os livros de Clevane Pessoa e de Brenda Marques - Poesia Sonora e Nós da Poesia, estão sendo vendidos na sede do Imersão Latina/Coletivo Contorno - Avenida do Contorno, 4640 - sala 701, bairro Funcionários - BH/MG - Tel: 55 + 31 32276869
Parte da venda dos livros é destinada para o tratamento de câncer da Adriana Moreira, colaboradora do IMEL que está passando por esse difícil momento. Solidarize-se com esta causa!

Foto ao lado: Clevane Pessoa com o livro Erotíssima no Coletivo Contorno/Sede do IMEL por Brenda Mars

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

"É com muita satisfação que a ARPUB e o MinC informam que o projeto Tropofonia: um laboratório de sons e sentidos, proposto pelo Instituto Imersão Latina - IMEL foi selecionado para receber o Prêmio Roqutette Pinto de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos, na categoria rádio-arte/experimentação sonora."

COMISSÃO DE SELEÇÃO DO I PRÊMIO ROQUETTE- PINTO
ARPUB - Associação das Rádios Públicas do Brasil

"Nós do Instituto Imersão Latina (IMEL) e do Tropofonia recebemos esta notícia hoje e agradecemos a todos que participaram desse processo de construção coletiva do projeto até aqui. O programa Tropofonia agora será disponibilizado para circular pelas rádios comunitárias e educativas de todo o Brasil. Que essa onda se perpetue por todos os ares da América Latina!"
Brenda Marques Pena, Presidente do Instituto Imersão Latina

A Comissão de Seleção do I Concurso de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos - Prêmio Roquette-Pinto foi composta pelos membros:

Patrick Torqua…

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

“Realizar uma grande aliança dos quem tem modos de vida ligados a terra, as águas e as florestas, povos indígenas,comunidades de camponeses e ribeirinhos e demais entidades sociais que sofrem os impactos dos grandes projetos na Amazônia e de quem se solidariza com eles, para estabelecer a resistência a diversos níveis, local, regional, nacional einternacional”, é o que sugere uma das conclusões do Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos. As conclusões do Seminário foram publicadas no site do Cimi no último dia 6.


Eis a carta final do encontro:

Nós, membros de Movimentos Sociais e Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, Peruana e Boliviana e do Conselho Missionário Indigenista – Cimi, reunidos no “Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos”, nos dias 2, 3 e 4 de junho de 2010, na cidade de Rio Branco, estado do Acre,

Considerando:

1) Que os grandes projetos da IIRSA(Iniciativa para Integração da Infra-Estrutura da América …

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

De volta à Pangéia* Quem sabe a arte console hoje todos os corações solitários carentes da real beleza muda dos materiais e cores dos sonhos, como intocáveis desejos do querer. Esse era o último apelo de Péricles: viver um deja vu de emoções. Assim as lembranças tomavam o chá das onze com ele todos os dias, como se cada gota tivesse o gosto de um amigo ou amante distante. E foi assim todos os finais de noite, até que a terra se transformou novamente na Pangeia, quando não havia essa divisão entre continentes. E no meio desse emaranhado de terras Péricles viajou no tempo, provocando a erupção de mil vulcões até que a lavra do amor queimou para sempre os corpos…. Brenda Mar(que)s Pena durante lançamento de DESnaturalizados. Foto: Marja Marques *Miniconto do meu livro (DES)naturalizados. Exemplares à venda por R$ 15,00 no Coletivo Contorno (avenida do Contorno 4640 – sala 701, bairro Funcionários) e na Casa Leopoldina (rua Leopoldina 357, bairro Santo Antônio). Peça também pelo e-mail: co…