Maria Moreira lança Objetivo Indefinido na Bienal Internacional do Livro pelo Projeto Palavra Viva


Nesta quinta-feira, 10 de setembro, Maria Moreira lança "Objetivo Indefinido", pelo projeto Palavra Viva, numa parceria do Instituto Imersão Latina (IMEL) com a editora All Print.
Clevane Pessoa, vice-presidente do IMEL fará nesse dia da Imprensa uma homenagem especial à liberdade de expressão. Na época da ditadura, Clevane era redatora em jornais e sofreu com a censura militar. Um pouco dessa história é contada por ela em "Erotíssima", que mostra as castrações que tentam nos impor, enquanto a alma poética sempre se liberta. A busca pela libertação, pode ser encontrada no seu outro livro infantil "O sono das fadas". Ambos serão lançados na Bienal no sábado, 12 de setembro. Imperdível!

(Brenda Marques Pena - Presidente do IMEL)

Sobre a poesia de Maria Moreira, Clevane escreve:

Quando Maria da Conceição Moreira Rodrigues pediu-me com aquele ar brejeiro e doce, mas determinado, que prefaciasse seu livo, alegrei-me , pois gosto muito de todos os aspectos que ela apresenta ao mundo, aos amigos, aos observadores:

Plurália

De uma lado, a mulher madura veste as vestes das vivênciasde outro, a menina do campo, traz travas, traves e trajetosde família , de mineiridade que se reparte em parte campesina,párte citadina:e se numa face é mulher completa e atarefada, de outro traz contemplativa meninaque a tudo olhava com olhar sem antolhos, e praticamente desnuda, é a artista genuína que nas formas se compraz, é a poeta que , esteta da palavra, lavra num alguidar antigo, as quitandas novas de uma exprssão renovada e quente, saída do forno, integrar-se na multidão...Entre o parnaso, as musas e os que fazeres de uma cozinha.Faz suas estatuetas, cerâmica,pinta e já criou lindos livros infantis que precisam ser editados.Tomara quue nesta Bienal do Livro, no Rio de Janeiro-a XIV_ sejam descobertos seus muitos dons.

Leia mais sobre o livro de Maria da Conceição em:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina