Pular para o conteúdo principal

IMEL faz lançamento virtual de antologia com poetas de várias partes do Brasil e da América Latina no dia mundial da poesia


Hoje, 21 de março é dia Mundial da Poesia. No hemisfério Sul é a entrada do outono, estação das frutas e no Norte, da florida primavera.

Vivemos em um tempo de estações indefinidas, devido aos contra-tempos de desastres naturais, muitos devido a irresponsabilidade dos próprios homens que não cuidam do Planeta.

E é nesta hora que algumas palavras que são desejo comum dos poetas da antologia Nós da Poesia se fazem coro: solidariedade, paz e liberdade. Com estas palavras-atitudes, poderemos alcançar os sonhos de um mundo poético mais doce.

Nós da Poesia Volume 2, reúne mais de 40 autores de várias partes do Brasil e de outros países da América Latina, em um livro de 120 páginas de diversidade de estilos poéticos, uma polifonia, que se faz um coro harmônico diante da desarmonia do individualismo, nos unimos em um coletivo de poetas.

O custo do livro é de R$ 20,00 e pode ser dividido de até 6 vezes. Quem compra colabora com atividades de incentivo à leitura e à produção literária, realizadas pelo Instituto Imersão Latina e mergulhará pelo universo poético de tantos autores latino-americanos.

Clique aqui para adquirir o seu.

NÓS DA POESIA - VOLUME 2

Organizadora: Brenda Marques Pena (Instituto Imersão Latina)
Capa:
Arte final: Beto Ferris
Ilustração: Iara Abreu
Poemagem da contracapa: Jaak Bosmans
Caricatura de Luiz Lyrio: Bruno Grossi (Begê)

Revisão
Bilá Bernardes,
Clevane Pessoa,
Darlan Tupinambá,
Pâmilla Vilas Boas.

Projeto gráfico, editoração e impressão:
www.allprinteditora.com.br
info@allprinteditora.com.br
(11) 2478-3413

Comentários

silviaraujomotta disse…
PARABÉNS À BRENDA QUE LANÇA MAIS UM VOLUME DO NÓS DA POESIA.

GOSTARIA DE SABER QUAIS OS NOMES DE TODOS OS AUTORES PARTICIPANTES.

UM ABRAÇO,

SILVIA
silviaraujomotta disse…
MULHER, AUTENTICAMENTE FÊMEA
-
Homenagem à MULHER nº 3473
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG
-
M-Mulher é o suave berço que embala
U-Um filho no útero, antes de nascer,
L-Lidera silenciosa com o olhar que fala!
H-Homens nascem da FÊMEA mulher!
E-Essência do AMOR que sabe doar...
R-Reconhecer que é preciso dialogar.
-
A-A luta, nem sempre é possível ganhar,
U-Um preconceito mundial, ainda existe;
T-Tempos sempre provam seu sexto sentido!
E-Enfrenta a diversidade, com sensibilidade;
N-Notada pelo valor dentro da CRIAÇÃO.
T-Toda mulher ama e sabe ser acolhedora,
I-Independente de ser amada ou sofredora,
C-Consegue seus direitos diante dos desrespeitos,
A-Analisa os pontos e reconhece seus defeitos,
M-Mostra que é CAPAZ, capaz de ser feliz;
E-Em suas entranhas, sem formas estranhas,
N-Na força do CRIADOR, autor da VIDA,
T-Toda a humanidade pode dizer e confirmar:
E-Em toda história de mulher, há uma vitória.
-
F-Feliz é o homem que tem uma MULHER
Ê-Exemplo de amor, de paz e honestidade,
M-Mulher que sabe o que quer, uma mulher
E-Elegante à mesa, Companheira na cama,
A-Amiga da Família, Anjo que sabe guiar.
-
PARABÉNS ÀS MULHERES NO DIA MUNDIAL DA POESIA!
silviaraujomotta disse…
SILVIA ARAÚJO MOTTA
apresenta ,
de sua autoria SONETO :
NATUREZA, em 230 azulejos,
na parte externa do MURO
da Escola Prof. Pedro Aleixo à Av. BANDEIRANTES 2300-MANGABEIRAS-BELO HORIZONTE-MG-BRASIL.
Obra do Artista Plástico-Ceramista-Português JORGE DA COSTA PRATA.

Vale a pena conhecer o lindo painel de 4,50m...
---------------------*------------
silviaraujomotta disse…
NATUREZA

Soneto-sáfico-heróico Nº 2051
Por Sílvia Araújo Motta

A natureza implora e pede paz;
dá seu exemplo claro, sofre... agora;
para o planeta TERRA grita e faz
sua defesa à água, fauna e flora.

Exploração terrestre do homem traz
efeito estufa que o universo cora;
aquecimento ao globo a dor refaz,
degradação do meio ambiente chora.

Desmatamento tem labor insano;
poluição do ar, produz tristeza.
É predador de si, o Ser humano:

Ainda resta a Fé e o Amor! Propostas
de AÇÃO serão bem-vindas, com certeza,
crer no poder Divino! Ter mãos postas!

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

"É com muita satisfação que a ARPUB e o MinC informam que o projeto Tropofonia: um laboratório de sons e sentidos, proposto pelo Instituto Imersão Latina - IMEL foi selecionado para receber o Prêmio Roqutette Pinto de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos, na categoria rádio-arte/experimentação sonora."

COMISSÃO DE SELEÇÃO DO I PRÊMIO ROQUETTE- PINTO
ARPUB - Associação das Rádios Públicas do Brasil

"Nós do Instituto Imersão Latina (IMEL) e do Tropofonia recebemos esta notícia hoje e agradecemos a todos que participaram desse processo de construção coletiva do projeto até aqui. O programa Tropofonia agora será disponibilizado para circular pelas rádios comunitárias e educativas de todo o Brasil. Que essa onda se perpetue por todos os ares da América Latina!"
Brenda Marques Pena, Presidente do Instituto Imersão Latina

A Comissão de Seleção do I Concurso de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos - Prêmio Roquette-Pinto foi composta pelos membros:

Patrick Torqua…

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

“Realizar uma grande aliança dos quem tem modos de vida ligados a terra, as águas e as florestas, povos indígenas,comunidades de camponeses e ribeirinhos e demais entidades sociais que sofrem os impactos dos grandes projetos na Amazônia e de quem se solidariza com eles, para estabelecer a resistência a diversos níveis, local, regional, nacional einternacional”, é o que sugere uma das conclusões do Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos. As conclusões do Seminário foram publicadas no site do Cimi no último dia 6.


Eis a carta final do encontro:

Nós, membros de Movimentos Sociais e Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, Peruana e Boliviana e do Conselho Missionário Indigenista – Cimi, reunidos no “Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos”, nos dias 2, 3 e 4 de junho de 2010, na cidade de Rio Branco, estado do Acre,

Considerando:

1) Que os grandes projetos da IIRSA(Iniciativa para Integração da Infra-Estrutura da América …

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

De volta à Pangéia* Quem sabe a arte console hoje todos os corações solitários carentes da real beleza muda dos materiais e cores dos sonhos, como intocáveis desejos do querer. Esse era o último apelo de Péricles: viver um deja vu de emoções. Assim as lembranças tomavam o chá das onze com ele todos os dias, como se cada gota tivesse o gosto de um amigo ou amante distante. E foi assim todos os finais de noite, até que a terra se transformou novamente na Pangeia, quando não havia essa divisão entre continentes. E no meio desse emaranhado de terras Péricles viajou no tempo, provocando a erupção de mil vulcões até que a lavra do amor queimou para sempre os corpos…. Brenda Mar(que)s Pena durante lançamento de DESnaturalizados. Foto: Marja Marques *Miniconto do meu livro (DES)naturalizados. Exemplares à venda por R$ 15,00 no Coletivo Contorno (avenida do Contorno 4640 – sala 701, bairro Funcionários) e na Casa Leopoldina (rua Leopoldina 357, bairro Santo Antônio). Peça também pelo e-mail: co…