Pular para o conteúdo principal

“Uma Tartaruga Chamada Dostoievsky” está em cartaz no Teatro Oi Futuro

Por: Clarice Mendes
Interface Comunicação

Nos dias 14, 15 e 16 de janeiro, a Cia. 4comPalito estreia o espetáculo “Uma Tartaruga chamada Dostoievsky”, de autoria do dramaturgo espanhol Fernando Arrabal. Com apoio do Instituto Cervantes, a peça será apresentada no Teatro do Oi Futuro Klauss Vianna.

A peça conta a história de um casal recém-casado que vai passear no zoológico para conhecer uma tartaruga gigante, em um tempo pós-apocalíptico. Durante o passeio, a tartaruga engole o marido, que passa a contar para sua esposa e para a funcionária do zoológico como é a vida dentro do animal, suas diferentes perspectivas e seu novo jeito de olhar o mundo. O texto, cômico, traz críticas ao comportamento da sociedade atual, além de proporcionar reflexões sobre a vida real e a idealizada pelos homens.

A direção da peça é de Júlio Vianna, integrante-fundador do grupo. A atuação fica por conta de Amanda Melo, Denise Dalânides e Roberson Domingues. Seguindo a linha de pesquisa contínua do grupo, onde todos os elementos cênicos - direção, atuação, trilha sonora original, iluminação, cenário, figurino - estão interligados e funcionam como base fundamental para a criação compartilhada do trabalho, todos os profissionais iniciaram seus processos de criação conjuntamente, há um ano, quando o grupo iniciou seus ensaios.

Comemoração dos 10 anos da Cia. 4comPalito

A estréia da peça “Uma Tartaruga Chamada Dostoievsky” inicia as comemorações dos 10 anos da Cia. 4comPalito. Para 2011, está prevista uma mostra de todos os espetáculos produzidos pelo grupo (“O Ser Sepulto”, “Quixote”), um ciclo de encontros temáticos na capital e workshops em três regiões da cidade, abordando elementos da pesquisa realizada pela cia., ao longo desses anos.

SERVIÇO:

ESPETÁCULO: Uma tartaruga chamada Dostoievsky

TEXTO: Fernando Arrabal

GRUPO: Cia. 4comPalito

DURAÇÃO: 60 minutos

CLASSIFICAÇÃO: 14 anos

TEMPORADA: Dias 14, 15 e 16 de janeiro. Sexta e sábado às 21h e domingo às 19h.

LOCAL: Teatro do Oi Futuro Klauss Vianna – Av. Afonso Pena, 4001.

VALOR: R$10 (inteira)/ R$5 (meia). Ingressos antecipados a R$7,00 na Livraria Scriptum (Fernandes Tourinho, 99, Savassi).

CLASSIFICAÇÃO: 14 anos.

FICHA TÉCNICA:

Direção, figurinos e maquiagem: Júlio Vianna

Elenco: Amanda Melo, Denise Dalânides e Roberson Domingues

Texto: Fernando Arrabal

Tradução: Amanda Melo, Denise Dalânides, Júlio Vianna e Roberson Domingues

Adaptação dramatúrgica do texto: Júlio Vianna

Cenários e adereços cênicos: Pierre Fonseca

Trilha sonora e desenho sonoro: Pedro Durães e Rafael Martini

Iluminação: Enedson Gomes

Design da tartaruga: Felipe Ávila e Pierre Fonseca

Cenotécnica: Pierre Fonseca, Arnaldo Fabri, Jorge Ataide, Matheus Ferreira e Felipe Ávila.

Vídeo: Felipe Ávila

Foto: Ernani Saraiva

Design gráfico: Júlio Vianna

Produção: Cia. 4comPalito


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

"É com muita satisfação que a ARPUB e o MinC informam que o projeto Tropofonia: um laboratório de sons e sentidos, proposto pelo Instituto Imersão Latina - IMEL foi selecionado para receber o Prêmio Roqutette Pinto de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos, na categoria rádio-arte/experimentação sonora."

COMISSÃO DE SELEÇÃO DO I PRÊMIO ROQUETTE- PINTO
ARPUB - Associação das Rádios Públicas do Brasil

"Nós do Instituto Imersão Latina (IMEL) e do Tropofonia recebemos esta notícia hoje e agradecemos a todos que participaram desse processo de construção coletiva do projeto até aqui. O programa Tropofonia agora será disponibilizado para circular pelas rádios comunitárias e educativas de todo o Brasil. Que essa onda se perpetue por todos os ares da América Latina!"
Brenda Marques Pena, Presidente do Instituto Imersão Latina

A Comissão de Seleção do I Concurso de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos - Prêmio Roquette-Pinto foi composta pelos membros:

Patrick Torqua…

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

“Realizar uma grande aliança dos quem tem modos de vida ligados a terra, as águas e as florestas, povos indígenas,comunidades de camponeses e ribeirinhos e demais entidades sociais que sofrem os impactos dos grandes projetos na Amazônia e de quem se solidariza com eles, para estabelecer a resistência a diversos níveis, local, regional, nacional einternacional”, é o que sugere uma das conclusões do Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos. As conclusões do Seminário foram publicadas no site do Cimi no último dia 6.


Eis a carta final do encontro:

Nós, membros de Movimentos Sociais e Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, Peruana e Boliviana e do Conselho Missionário Indigenista – Cimi, reunidos no “Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos”, nos dias 2, 3 e 4 de junho de 2010, na cidade de Rio Branco, estado do Acre,

Considerando:

1) Que os grandes projetos da IIRSA(Iniciativa para Integração da Infra-Estrutura da América …

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

De volta à Pangéia* Quem sabe a arte console hoje todos os corações solitários carentes da real beleza muda dos materiais e cores dos sonhos, como intocáveis desejos do querer. Esse era o último apelo de Péricles: viver um deja vu de emoções. Assim as lembranças tomavam o chá das onze com ele todos os dias, como se cada gota tivesse o gosto de um amigo ou amante distante. E foi assim todos os finais de noite, até que a terra se transformou novamente na Pangeia, quando não havia essa divisão entre continentes. E no meio desse emaranhado de terras Péricles viajou no tempo, provocando a erupção de mil vulcões até que a lavra do amor queimou para sempre os corpos…. Brenda Mar(que)s Pena durante lançamento de DESnaturalizados. Foto: Marja Marques *Miniconto do meu livro (DES)naturalizados. Exemplares à venda por R$ 15,00 no Coletivo Contorno (avenida do Contorno 4640 – sala 701, bairro Funcionários) e na Casa Leopoldina (rua Leopoldina 357, bairro Santo Antônio). Peça também pelo e-mail: co…