Pular para o conteúdo principal

Piquenique Cultural vai ser neste final de semana na Pedreira Santa Rita em Contagem


 Por Adriana Borges 

Música, poesia, oficinas de educação ambiental, batalha de rap, esportes radicais, lanches e muita interação. Essa é a proposta do projeto “Piquenique Cultural”, que vai acontecer neste fim de semana, nos dias 3 e 4 de outubro, na Pedreira Santa Rita, no bairro Amazonas, em Contagem. O evento visa a ocupação de um dos poucos espaços naturais da cidade, unindo cultura e meio ambiente.

O piquenique tem como objetivo promover ações socioambientais, educacionais e culturais, que incentivem a comunidade a ocupar o espaço  natural da pedreira, elaborar intervenções artísticas em conjunto com os artistas convidados e desenvolver uma consciência ambiental sustentável. O evento vai reunir grupos e coletivos de arte para intercâmbio de ideias, bate-papo e muita inspiração.

O projeto tem uma ampla programação musical, palestras, roda de conversa da oficina feminina de rap, encontro de compositores e de diferentes grupos de sarau de poesia da Região Metropolitana, cine ao ar livre, highline na pedreira, intervenções circenses e uma feira de troca.  As ações educativas incluem um mutirão ambiental para limpeza da área e oficinas de consciência ambiental.

“O intuito é estimular a livre e espontânea ocupação dos espaços públicos naturais e a disseminação da cultura na cidade. Já tem gente que está cuidando da Pedreira. São escaladores e os meninos do highline, alguns colaboradores, parceiros, coletivos e artistas da região metropolitana”, afirma Severin Dahlmeier, um dos organizadores do evento.

O evento vai 
durar dois dias, começa neste sábado (03/10) com um acampamento  cultural e apresentações musicais, e termina no domingo (04/10) com um piquenique coletivo. O evento é uma promoção da Kopa Turismo, Associação Move Cultural, com patrocínio da Prefeitura de Contagem e apoio da Fundação Cultural de Contagem (Fundac) e Fundo Municipal de Incentivo à Cultura(Fmic). 
A entrada é aberta ao público de forma gratuita. Quem quiser participar basta trazer sua barraca e seu instrumento, 
rimas e poesias de sua autoria, bebidas e comidas para compartilhar ou vender, cangas para forrar a grama e objetos para a feira de troca.

Endereço:
Rua Macapá, 928 - Bairro Amazonas, Contagem - MG, 32240-030
Fica perto da Cidade Industrial, Barreiro e da Avenida Amazonas.

Ônibus:
 335 Barreiro e 3150 Regina


Programação cultural:

Sábado, dia 03/10/2015
14:00 Mutirão e Oficinas de consciência ambiental e sustentabilidade
16:00 Coletivo Beat Selecter - gRave Tropical – Parte I
18:00 Banda ConeXsência
19:00 Encontro de Freestyle
20:00 Discotecagem Dj Bill
21:00 Coletivo Beat Selecter - gRave Tropical longside – Parte II
22:00 Experimentações sonoras com Luiz Derly
23:00 Encontro de Sarau e Cine sem Chorumelas

Domingo, dia 04/10/2015 
09:00 Menor Circo do Mundo, Feira do Troca - BH e Piquenique Coletivo
10:00 Encontro de compositores - Talita Barreto, Marcos Brey e Fransoah
11:00 Oficina de consciência ambiental e sustentabilidade
12:00 Coletivo Beat Selecter - Chill out
14:00 Celso Moretti é Dez!
15:00 Sunday Beats - Eder Antunes, Dj Minner e Woltz Woltz convidam...
20:00 Encerramento

Mais informações:




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

"É com muita satisfação que a ARPUB e o MinC informam que o projeto Tropofonia: um laboratório de sons e sentidos, proposto pelo Instituto Imersão Latina - IMEL foi selecionado para receber o Prêmio Roqutette Pinto de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos, na categoria rádio-arte/experimentação sonora."

COMISSÃO DE SELEÇÃO DO I PRÊMIO ROQUETTE- PINTO
ARPUB - Associação das Rádios Públicas do Brasil

"Nós do Instituto Imersão Latina (IMEL) e do Tropofonia recebemos esta notícia hoje e agradecemos a todos que participaram desse processo de construção coletiva do projeto até aqui. O programa Tropofonia agora será disponibilizado para circular pelas rádios comunitárias e educativas de todo o Brasil. Que essa onda se perpetue por todos os ares da América Latina!"
Brenda Marques Pena, Presidente do Instituto Imersão Latina

A Comissão de Seleção do I Concurso de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos - Prêmio Roquette-Pinto foi composta pelos membros:

Patrick Torqua…

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

“Realizar uma grande aliança dos quem tem modos de vida ligados a terra, as águas e as florestas, povos indígenas,comunidades de camponeses e ribeirinhos e demais entidades sociais que sofrem os impactos dos grandes projetos na Amazônia e de quem se solidariza com eles, para estabelecer a resistência a diversos níveis, local, regional, nacional einternacional”, é o que sugere uma das conclusões do Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos. As conclusões do Seminário foram publicadas no site do Cimi no último dia 6.


Eis a carta final do encontro:

Nós, membros de Movimentos Sociais e Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, Peruana e Boliviana e do Conselho Missionário Indigenista – Cimi, reunidos no “Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos”, nos dias 2, 3 e 4 de junho de 2010, na cidade de Rio Branco, estado do Acre,

Considerando:

1) Que os grandes projetos da IIRSA(Iniciativa para Integração da Infra-Estrutura da América …

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

De volta à Pangéia* Quem sabe a arte console hoje todos os corações solitários carentes da real beleza muda dos materiais e cores dos sonhos, como intocáveis desejos do querer. Esse era o último apelo de Péricles: viver um deja vu de emoções. Assim as lembranças tomavam o chá das onze com ele todos os dias, como se cada gota tivesse o gosto de um amigo ou amante distante. E foi assim todos os finais de noite, até que a terra se transformou novamente na Pangeia, quando não havia essa divisão entre continentes. E no meio desse emaranhado de terras Péricles viajou no tempo, provocando a erupção de mil vulcões até que a lavra do amor queimou para sempre os corpos…. Brenda Mar(que)s Pena durante lançamento de DESnaturalizados. Foto: Marja Marques *Miniconto do meu livro (DES)naturalizados. Exemplares à venda por R$ 15,00 no Coletivo Contorno (avenida do Contorno 4640 – sala 701, bairro Funcionários) e na Casa Leopoldina (rua Leopoldina 357, bairro Santo Antônio). Peça também pelo e-mail: co…