O adeus a um amigo da Paz e da Poesia


Ainda sem acreditar, reproduzo aqui a mensagem da família do escritor Luiz Lyrio, um dos autores do livro Nós da Poesia, antologia do Imersão Latina que é publicada de forma cooperada por amigos e escritores.

MENSAGEM DA FAMÍLIA DE LUIZ LYRIO

O escritor Luiz Lyrio nos deixou neste domingo à noite. Se nós, filhos, perdemos um pai, com certeza todos que o conheceram perderam um grande amigo e, o Brasil, um grande escritor.

A partir de agora o que nos conforta é perceber em suas obras a mente inquieta, contestadora e, com certeza, cheia de liberdade. Bom, vocês que também o conheceram podem falar mais sobre ele... Fica a sensação de retissências ....muitos caminhos foram trilhados....mas ainda havia muito a percorrer ... ele nos deixou num grande momento de sua vida....

O velório será no Cemitério Parque da Colina (Rua Aimorés, 2954 - Sto Agostinho, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil), a partir das 7hs, hoje, 09/08/2010 (segunda-feira). O enterro será às 17 horas deste mesmo dia. Todos sabem o quanto nosso pai gostava de se sentir querido.
Contamos com a presença de todos,
A família.

Adeus Lyrio, que o Pai do Céu lhe receba poetarcom os anjos!

Esta perda, significa muita tristeza para todos "Nós" e hoje, falta um pedaço desse elo de poetas pela paz, poesia e ativismo cultural. Não sei ainda o que dizer, mas ressalto que o autor de "Nos idos de 68" deixou um legado para a história deste país que não se apagará com a partida dele. Como presidente do Instituto Imersão Latina (IMEL), neste triste dia de despedida, quero fazer um compromisso em cuidar da memória deste escritor, destacando aqui, durante todo este mês, trechos de obras do Lyrio, que tanto trouxe beleza poética às nossas caixas de e-mail. E já que ele não está mais aqui para compartilhar conosco sua escrita e para continuar a traçar conosco novas histórias, traremos aqui um pouco do deixado por ele.
Brenda Marques Pena

MEMÓRIA

Na foto: Luiz Lyrio entrega o troféu do Movimento Cultural aBrace/ Brasil Uruguay à Clevane Pessoa, Presidente do IMEL.

Logo após participar do Encontro da aBrace, Lyrio fez um comentário, publicado no site da aBrace http://www.abracecultura.com/, que mostra sua sensibilidade e o seu grande amor pela literatura e admiração por Clevane Pessoa. Os dois eram grandes amigos e aqui expresso o meu pesar por esta perda difícil para ela, sua família e todos nós amigos.
"O 10 Encontro da Abrace, para mim, começou quando, após 36 horas de uma exaustiva viagem de ônibus, entrei em meu quarto de hotel sob o olhar assustado de um poeta uruguaio que julgava estar sendo vítima de um assalto. Desse momento até a despedida no centro de Porto Alegre, passou-se um tempo que, julgo, foi um tempo de profunda trasformação. É muito gratificante para quem produz literatura, realizando um trabalho, por sua própria natureza, solitário, ser tratado como escritor e, reunido com seus iguais, sentir que não está só em sua árdua tarefa de registrar e recriar o mundo." (Luiz Lyrio - Brasil)

Mesmo que Clevane Pessoa nada fizesse e escolhesse viver a vida no mais desocupado dos ócios, ela já mereceria um prêmio pelo fato de possuir o poder quase mágico de converter palavras em Poesia. Porém, além de poeta, Clevane desenvolve várias outras atividades, entre elas, a de grande divulgadora da cultura e da paz. Por sua obra literária e seu trabalho incansável, Clevane Pessoa foi a escolhida para receber o Prêmio Abrace 2008. Representá-la, quando do recebimento do Prêmio, foi a tarefa mais prazerosa que desempenhei. (Luiz Lyrio - Brasil)

BLOG de Luiz Lyrio: http://www.lyr.myblog.com.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina