Pular para o conteúdo principal

Crítico e romancista Silviano Santiago ganha prêmio José Donoso no Chile

O escritor brasileiro Silviano Santiago foi anunciado nesta quarta-feira (3) como ganhador do Prêmio Ibero-americano de Letras José Donoso 2014, da Universidade de Talca, no Chile, por sua "extensa obra ensaísta e romancista". Santiago foi selecionado por "unanimidade" pelos seis membros do júri, formado por Silviano Santiago na Flip,  Raquel Olea (escritora chilena), Celina Manzoni (Universidade de Buenos Aires), Andrea Pagni (Universidade de Erlangen-Nürnberg), Fernando Iwasaki (escritor peruano), Jorge Wolf (Universidade Federal de Santa Catarina) e Javier Pinedo (Universidad De Talca).  O júri destacou, em relação a Santiago, sua "longa trajetória como ensaísta e narrador baseada em fontes tradicionais, o que deu lugar a um pensamento original e único sobre a América Latina". 

Nascido em Formiga (MG) em 1936, o romancista, ensaísta, crítico e poeta é autor de "O entre-lugar do discurso latino-americano", "O cosmopolitismo do pobre" e "As raízes e o labirinto da América Latina". "É um nome muito importante no ensaio brasileiro, sua ficção integra grandes aspectos de seu pensamento, consegue levar a crítica cultural ao leitor", afirmou Andrea Pagni. De acordo com o júri, Santiago, um dos críticos culturais mais originais da América Latina, é uma referência ineludível neste campo, e no entanto ainda é pouco conhecido nos países de língua espanhola. Sobre isso, o júri lembrou que "é um fenômeno muito comum na América Latina o sigilo artístico, já que as culturas nacionais são fechadas, e as políticas editoriais não ajudam a distribuir melhor a cultura". "Existem novos vínculos entre nossos países, mas sempre tendemos a esquecer o nexo cultural, falta literatura brasileira aqui, tomara que este prêmio também sirva para criar maiores laços literários com o Brasil" lembrou Raquel Olea.

Os romances "Em libertade", "Stella Manhattan" e "Viagem ao México" também são uma destacada referência do autor, que transita em cada página entre a ficção, o ensaio, a biografia e a crítica. O cosmopolitismo do pobre, expressão cunhada por Silviano Santiago, evidencia a encruzilhada que a sociedade latina enfrenta diante da nova situação global, reflexões próprias que lhe valeram o Prêmio José Donoso 2014. A entrega do prêmio será realizada durante a Feira Internacional do Livro de Santiago, realizada no final de outubro e no começo de novembro. Os últimos ganhadores deste prêmio foram o mexicano Jorge Volpi (2009), a chilena Diamela Eltit (2010), o nicaraguense Sergio Ramírez (2011), o mexicano Juan Villoro (2012) e o chileno Pedro Lemebel (2013).

Fonte: EFE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

"É com muita satisfação que a ARPUB e o MinC informam que o projeto Tropofonia: um laboratório de sons e sentidos, proposto pelo Instituto Imersão Latina - IMEL foi selecionado para receber o Prêmio Roqutette Pinto de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos, na categoria rádio-arte/experimentação sonora."

COMISSÃO DE SELEÇÃO DO I PRÊMIO ROQUETTE- PINTO
ARPUB - Associação das Rádios Públicas do Brasil

"Nós do Instituto Imersão Latina (IMEL) e do Tropofonia recebemos esta notícia hoje e agradecemos a todos que participaram desse processo de construção coletiva do projeto até aqui. O programa Tropofonia agora será disponibilizado para circular pelas rádios comunitárias e educativas de todo o Brasil. Que essa onda se perpetue por todos os ares da América Latina!"
Brenda Marques Pena, Presidente do Instituto Imersão Latina

A Comissão de Seleção do I Concurso de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos - Prêmio Roquette-Pinto foi composta pelos membros:

Patrick Torqua…

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

“Realizar uma grande aliança dos quem tem modos de vida ligados a terra, as águas e as florestas, povos indígenas,comunidades de camponeses e ribeirinhos e demais entidades sociais que sofrem os impactos dos grandes projetos na Amazônia e de quem se solidariza com eles, para estabelecer a resistência a diversos níveis, local, regional, nacional einternacional”, é o que sugere uma das conclusões do Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos. As conclusões do Seminário foram publicadas no site do Cimi no último dia 6.


Eis a carta final do encontro:

Nós, membros de Movimentos Sociais e Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, Peruana e Boliviana e do Conselho Missionário Indigenista – Cimi, reunidos no “Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos”, nos dias 2, 3 e 4 de junho de 2010, na cidade de Rio Branco, estado do Acre,

Considerando:

1) Que os grandes projetos da IIRSA(Iniciativa para Integração da Infra-Estrutura da América …

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

De volta à Pangéia* Quem sabe a arte console hoje todos os corações solitários carentes da real beleza muda dos materiais e cores dos sonhos, como intocáveis desejos do querer. Esse era o último apelo de Péricles: viver um deja vu de emoções. Assim as lembranças tomavam o chá das onze com ele todos os dias, como se cada gota tivesse o gosto de um amigo ou amante distante. E foi assim todos os finais de noite, até que a terra se transformou novamente na Pangeia, quando não havia essa divisão entre continentes. E no meio desse emaranhado de terras Péricles viajou no tempo, provocando a erupção de mil vulcões até que a lavra do amor queimou para sempre os corpos…. Brenda Mar(que)s Pena durante lançamento de DESnaturalizados. Foto: Marja Marques *Miniconto do meu livro (DES)naturalizados. Exemplares à venda por R$ 15,00 no Coletivo Contorno (avenida do Contorno 4640 – sala 701, bairro Funcionários) e na Casa Leopoldina (rua Leopoldina 357, bairro Santo Antônio). Peça também pelo e-mail: co…