20 de Novembro: Dia da Consciência Negra no Brasil é lembrado com peça de Lima Barreto em São Paulo

A cidade de São Paulo receberá, a partir do próximo dia 20, Dia da Consciência Negra, a peça Lima Barreto, ao Terceiro Dia.

O espetáculo, que conta a vida e obra do jornalista e escritor carioca, filho de escravos, Afonso Henriques de Lima Barreto, tem direção de Luiz Antonio Pilar, texto de Luís Alberto de Abreu e cenografia de Doris Rollemberg. A peça mostra três dias da vida do escritor, em 1919, quando ele esteve internado em um manicômio, por causa de forte crise de alucinação.

Ele tem um delírio e se vê, aos 30 anos, escrevendo o romance O Triste Fim de Policarpo Quaresma. “E os personagens do Policarpo tomam vida e ganham a cena”, diz o diretor Antonio Pilar. “A questão do negro vai estar no próprio Lima. Ele foi uma pessoa que muito se ressentiu do preconceito exercido sobre a sua escrita. Até hoje não teve, por exemplo, reconhecimento da Academia Brasileira de Letras”, acrescenta.

 O diretor destaca que o espetáculo tem uma estrutura teatral “à moda antiga”, com grande corpo de atores e personagens complexos. “Tem uma divisão cênica muito equitativa. São dez atores que falam bastante, têm personagens bem complexos. É contra a corrente do que se vê atualmente: espetáculos com número reduzidos de atores, ou então musical. É um teatro à moda antiga”, enfatiza. 

A peça será apresentada na Caixa Cultural São Paulo, na Praça da Sé, em temporada até o dia 30, de quinta-feira a domingo, sempre às 19h15.

A entrada é franca, e os ingressos poderão ser retirados na bilheteria uma hora antes do espetáculo Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil Edição: Stênio Ribeiro

FONTE: http://agenciabrasil.ebc.com.br/cultura/noticia/2014-11/sao-paulo-tem-peca-sobre-lima-barreto-no-dia-da-consciencia-negra

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina