Pular para o conteúdo principal

Festa Literária do Sertão tem diversidade de temas

Pela primeira vez uma cidade do sertão baiano terá uma festa literária

No período de 8 a 10 de novembro de 2012 será realizada a Festa Literária do Sertão de Jequié, que reunirá nomes importantes da literatura e de outras linguagens artísticas do País.

Com curadoria do escritor e jornalista Domingos Ailton e chancela da Academia de Letras de Jequié e da Pró-reitoria de Extensão da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB, a primeira edição da Festa Literária do Sertão de Jequié contará com a participação de escritores e artistas da Bahia e de outros estados brasileiros.

O presidente da União Brasileira de Escritores- UBE, o escritor e jornalistas Joaquim Maria Botelho, estará se deslocando de São Paulo para proferir a conferência A Literartura no contexto atual do Brasil e fará parte de uma mesa redonda juntamente com a jornalista e escritora carioca Rogéria Gomes e os jornalista e escritores baianos Carlos Ribeiro e Carlos Souza sobre literatura e jornalismo. De São Paulo virá também o escritor, jornalista e sociólogo Mouzar Benedito que ministrará a oficina Mitologia Brasileira. O professor da Universidade Federal de Ouro Preto, Erisvaldo Pereira dos Santos, um jequieense radicado em Belo Horizonte, estará presente para proferir a palestra Religião de matriz africana na literatura de Jorge Amado: a propósito do texto "O compadre de Ogum”. As adaptações literárias para o teatro, o cinema e a televisão serão foco de debate na festa literária.

O cineasta Tuna Espinheira, que adaptou o romance Cascalho, de Herberto Sales, para o cinema debaterá sobre o processo de adaptação de uma obra literária para as linguagens cênica, cinematográfica e televisiva com a escritora Rogéria Gomes e o professor do curso de teatro da UESB, Roberto de Abreu. O centenário de nascimento de Jorge Amado e de Luiz Gonzaga será lembrado pelo evento. Sobre a dimensão da obra de Jorge Amado (o escritor homenageado da festa literária) debaterão o escritor e jornalista Domingos Ailton e a professora da UESB, Adriana Abreu. A relação de Jequié com a contracultura dos anos 60 será tema de debate entre os cineastas Tuna Espinheira e Robison Roberto e o artista plástico Dicinho.

Os escritores Valdeck Almeida de Jesus (foto ao lado), Roberto Leal e Carlos Souza debaterão sobre o processo de produção e circulação de um livro. O poder de transformação da literatura terá como debatedores os escritores Domingos Ailton, Carlos Ribeiro, Morgana Gazel e Zilda Freitas. Cultura nacional, modernidade e globalização será o tema da palestra do professor da UNEB Luciano Costa Santos. A história de vida e a produção literária do cordelista Cuíca de Santo Amaro serão mostrados em palestra e exibição de filme por parte do jornalista e documentarista Josias Pires, autor da série da TVE Bahia Singular e Plural.

No primeiro dia da festa literária serão empossados novos membros da Academia de Letras de Jequié. O público presente na festa literária terá oportunidade também de participar de oficinas de criação literária como a oficina de crônica, que será ministrado pelo escritor e professor da UNEB, Vitor Hugo Martins. Após suas respectivas palestras os escritores lançarão e autografarão seus livros.

 Informações: http://www.galinhapulando.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

"É com muita satisfação que a ARPUB e o MinC informam que o projeto Tropofonia: um laboratório de sons e sentidos, proposto pelo Instituto Imersão Latina - IMEL foi selecionado para receber o Prêmio Roqutette Pinto de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos, na categoria rádio-arte/experimentação sonora."

COMISSÃO DE SELEÇÃO DO I PRÊMIO ROQUETTE- PINTO
ARPUB - Associação das Rádios Públicas do Brasil

"Nós do Instituto Imersão Latina (IMEL) e do Tropofonia recebemos esta notícia hoje e agradecemos a todos que participaram desse processo de construção coletiva do projeto até aqui. O programa Tropofonia agora será disponibilizado para circular pelas rádios comunitárias e educativas de todo o Brasil. Que essa onda se perpetue por todos os ares da América Latina!"
Brenda Marques Pena, Presidente do Instituto Imersão Latina

A Comissão de Seleção do I Concurso de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos - Prêmio Roquette-Pinto foi composta pelos membros:

Patrick Torqua…

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

“Realizar uma grande aliança dos quem tem modos de vida ligados a terra, as águas e as florestas, povos indígenas,comunidades de camponeses e ribeirinhos e demais entidades sociais que sofrem os impactos dos grandes projetos na Amazônia e de quem se solidariza com eles, para estabelecer a resistência a diversos níveis, local, regional, nacional einternacional”, é o que sugere uma das conclusões do Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos. As conclusões do Seminário foram publicadas no site do Cimi no último dia 6.


Eis a carta final do encontro:

Nós, membros de Movimentos Sociais e Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, Peruana e Boliviana e do Conselho Missionário Indigenista – Cimi, reunidos no “Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos”, nos dias 2, 3 e 4 de junho de 2010, na cidade de Rio Branco, estado do Acre,

Considerando:

1) Que os grandes projetos da IIRSA(Iniciativa para Integração da Infra-Estrutura da América …

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

De volta à Pangéia* Quem sabe a arte console hoje todos os corações solitários carentes da real beleza muda dos materiais e cores dos sonhos, como intocáveis desejos do querer. Esse era o último apelo de Péricles: viver um deja vu de emoções. Assim as lembranças tomavam o chá das onze com ele todos os dias, como se cada gota tivesse o gosto de um amigo ou amante distante. E foi assim todos os finais de noite, até que a terra se transformou novamente na Pangeia, quando não havia essa divisão entre continentes. E no meio desse emaranhado de terras Péricles viajou no tempo, provocando a erupção de mil vulcões até que a lavra do amor queimou para sempre os corpos…. Brenda Mar(que)s Pena durante lançamento de DESnaturalizados. Foto: Marja Marques *Miniconto do meu livro (DES)naturalizados. Exemplares à venda por R$ 15,00 no Coletivo Contorno (avenida do Contorno 4640 – sala 701, bairro Funcionários) e na Casa Leopoldina (rua Leopoldina 357, bairro Santo Antônio). Peça também pelo e-mail: co…