Primavera ambivalente: "pra não falar que não falei de flores"


"O primeiro Ipê que tive contato se estabelecia lá no Jatobá. Invocador da dança canto e visão geômetra. Passei a semana olhando-o e nunca me cansava. Mudei-me e aquela árvore sempre voltava à memória. Quando me instalei na nova casa a primeira coisa que fiz. Plantar um ipê amarelo como aquele. Após 22 anos eis que meus olhos meus sentimentos percebem ao olhar nestes cachos amarelos o invocador a dança o canto e visão geometral. Assim como essa ambivante primavera"

Neuza Ladeira


A primavera é o tempo do desabrochar das flores depois do duro período de inverno. Todo artista vive estes tempos de reclusão para o momento de mostrar a nova florada, produzida muitas vezes no rigor de climas nada amenos.

No Brasil, as estações não são tão marcadas, mas houve uma época em que em toda a América Latina foi inverno, onde nenhuma flor poderia desabrochar na frieza de ditaduras que impediam a liberdade da criação. Alguns como pássaros a procurar verão, se exilaram em outras terras, mas sentiam falta dos nutrientes da Terra mãe. Outros foram capturados. Os que sobreviveram vivem o dilema entre o esquecimento e a necessidade de relatar suas memórias para livrarem-se de um passado que parece não ter ido completamente.

Neuza Ladeira não se exilou, foi uma das que foram presas e torturadas pela ditadura. Este ano, ela foi homenageada na Câmara Municipal de Belo Horizonte nos 40 anos de 68, marco do endurecimento do regime militar no país. Depois de sair da prisão, a arte lhe ajudou a seguir. Apesar das memórias duras daquele tempo, Neuza exprime o belo em suas aquarelas.

Exposição Primavera ambivalente
De 21 de setembro a 11 de outubro
Data de abertura com Recital Poético: 21 de setembro de 2008, domingo às 14hs
Local: Cozinha de Minas - Rua Gonçalves Dias, 45 Funcionários – Belo Horizonte/Minas Gerais.

Realização:
Instituto Imersão Latina – e-mail:
imersaolatina@imersaolatina.com
WWW.imersaolatina.com – WWW.imersaolatina.blogspot.com

O Instituto Imersão Latina (IMEL) é formado por ativistas que se preocupam em defender nossa América e mostrar toda a diversidade cultural, ambiental e de idéias que têm sido dizimadas por falta de terreno na mídia convencional.

Assessoria de Imprensa e Vendas:
Brenda Marques Pena –
brendajornalista@gmail.com
Tel: (31) 30476186 (31) 88119469

Saiba mais sobre a artista no site http://www.neuzaladeira.com.br/


Imagens: foto de Neuza Ladeira no ateliê por Brenda Marques
Quadros que fazem parte da exposição Primavera ambivalente

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos