Cultura negra em destaque


A Lagoa da Pampulha, cartão postal de Belo Horizonte, recebe esta semana O FAN, Festival de Arte Negra. Até o dia 08 de novembro, o principal evento do gênero na América Latina, reúne artistas brasileiros e africanos e debate os “Caminhos para o desenvolvimento de um mundo melhor”.


O tema central do evento será “Os Congos daqui recebem os Congos de lá”. Esta reflexão será alternada com programação gratuita de espetáculos cênicos, musicais, oficinas, sessões de cinema, exposições de artes plásticas, oficinas, aulas abertas e montagens conjuntas de espetáculos. O evento é promovido pela Prefeitura de Belo Horizonte.

Entre as atrações musicais estão Vander Lee, Elza Soares e Lokua Kanza - seu estilo musical, o soukouss, é predominante em países como Zaire, Congo, Gabão e Quênia - que se apresentam do dia 06. Gilyto Semedo, Don Kikas e Tereza Morales se apresentam no dia 07. O último dia do evento terá a apresentação do L’Indigo, que promete deixar o público em transe com sua mistura de gaita, sanfona, vozes e percussões.

Em destaque está o reggae africano de Tiken Jah. Natural da Costa do Marfim Tiken Jah se exilou em Mali para fugir das perseguições políticas por denunciar os costumes medievais do casamento forçado e da mutilação sexual, bem como as batalhas étnicas, que culminam em verdadeiros “banhos” de sangue, ainda presentes no cotidiano de seu país.

A original sonoridade percussiva que surge de panelas, peças de automóveis, potes e diversos materiais metálicos da Banda Konono também está na programação. Outro destaque é o Baile da Saudade, com o Brother Soul, em uma grande homenagem à Motown Records, gravadora americana que lançou, na década de 60, os principais artistas negros representantes da soul music.

FAN - Festical de Arte Negra
De 03 a 08/11/2209 - Belo Horizonte/MG

Lagoa da Pampulha
Entrada franca
Informações: 55 + 31 3228-1006

fan2009@pbh.gov.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos