A diferença entre México, Venezuela e Bolívia



Dois pesos e duas medidas: No século passado, quando estrangeiros dominavamas minas de cobre e estanho na Bolívia, e os índios morriam aos 30 anos de idade por trabalho escravo, a imprensa mundial ficava calada. A chamada grande imprensa brasileira repete - como um papagaio - o que a imprensa norte-americana publica diariamente. Motivo: as maiores empresas anunciantes no Brasil são norte-americanas. Portanto, trata-se de fazer ouvir “a voz do dono”, isto é, quem anuncia manda na linha editorial dos grandes jornais e tvs.

O resultado dessa realidade é que a opinião pública brasileira fica desinformada, passa a defender posições contraditórias e erradas; por exemplo: a grande imprensa afirma que o México é modelo de estabilidade política enquanto Venezuela e Bolívia são governadas por ditadores ensandecidos. Mentira deslavada! Vamos aos fatos:

México

Os governantes corruptos do México, pró-Estados Unidos, venderam todas as reservas de petróleo do país para os Estados Unidos por 2 dólares o barril. Hoje suas reservas estão no fim e o país não terá petróleo para sua própria economia nos próximos 50 anos, penalizando a população.


Venezuela e Bolívia

Romperam contratos imorais e valorizaram suas reservas, vendem o petróleo a preço de mercado internacional e investem o dinheiro em educação, habitação, segurança, transporte e saúde pública. Isto a grande imprensa não publica, embora seja verdade. Mas a verdade -acreditam eles - é moeda de troca no mercado capitalista extrativista que está destruindo o nosso planeta.

Enviado por: Movimento Marcha Verde - Paraná

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina