Crianças de Campos dos Goytacazes orquestrando a vida


Por Clevane Pessoa *

Meu mano, o artista plástico e fashion designer Nildo Pessoa, publicou a nota abaixo (*) , que passo a divulgar. Além das palavras, de SOS, a imagem toca-me profundamente.Vamos esperar que algo possa acontecer para que o projeto não se finde-qual tantos outros por esses brasis... A música é salvadora, é contagiante, é instrumento de harmonia e cordifraternidade...Que vença a arte-e essas crianças poderão beneficiar-se! Aconteceu dia 09 de maio, mas acorram os que puderem fazer com que a ONG "Orquestrando a Vida", possa continuar seu trabalho!!!

Do olhar de uma criança, escorregam lágrimas,
 pois em seu coração, há enchente de desesperança.
Parem os pipilares dos pássaros,
 as sonatas das brisas, as danças das folhas e das borboletas,
se decretarem que crianças não mais poderão acreditar num futuro pleno de musicalidade,
amparo espiritual, bálsamo para agruras e carências, meio de vida mais digna!
Ocorram legiões de anjos para salvar seu futuro - desses sem asas que foram espalhadas pelo Planeta, pessoas de luz, gente como a gente, capazes de lutar pelos 750 artistas, em seis orquestras sinfônicas, duas bandas capazes de encantar em tantos palcos tantas seletas platéias...
Deus salve a arte das crianças de Campos dos Goytacazes, Estado do Rio, Brasil!

Clevane Pessoa

"A ORQUESTRANDO A VIDA PEDE SOCORRO!

 Centenas de crianças choram a possibilidade de perder a oportunidade de um futuro digno por falta de interesse do poder público e de empresários na cidade de Campos dos Goytacazes, no interior do Rio de Janeiro, pois a ONG Orquestrando a Vida anunciou uma possível paralisação por falta de patrocínios para continuar o trabalho sociocultural desenvolvido pela entidade há 16 anos e que alcançou palcos como o Carnegie Hall em Nova York e é considerado o maior e melhor núcleo do célebre “El Sistema”.

A Orquestrando a Vida atende a 750 crianças carentes em 06 orquestras sinfônicas e 02 bandas, e com a paralisação estas crianças voltarão a atividades irregulares como trafico de drogas, assaltos, entre outros atos ilícitos, perdendo todo o trabalho desenvolvido pela ONG na transformação social e inserção no mercado de trabalho.

Os alunos, pais, professores e amigos da Orquestrando a Vida realizam no próximo dia 09 de maio às 17h um manifesto na praça principal da cidade de Campos (Praça São Salvador), que esta sendo chamado pelos organizadores de “Grande Ensaio Aberto”. Este ensaio será o último ensaio dos grupos sinfônicos pertencente a Orquestrando a Vida se não ocorrer um socorro imediato à instituição."


(*)Texto extraído do mural de Aucilene Freitas no Face Postado por Jane Nunes
Crédito da Foto desconhecido. CPAL.


*Clevane Pessoa de Araújo Lopes é Membro da REBRA_Rede Brasileira de Escritoras. Representante do Movimento Cultural aBrace-Brasil;Uruguai Vice Presidente do Instituto de Imersão Latina-IMEL. Embaixadora Universal da Paz -Cercle de Ambassadeurs Univ.de la Paix-Genebra, Suiça, Consultora de Cultura da Associação Mineira de Imprensa-AMI. Membro da Rede Catitu de Cultura; do virArte, da ONE, da SPVA/RN, da CAPORI, da APPERJ,e do PEN Clube de Itapira. Colaboradora da ONG Alô Vida. . Membro Honorário de Mulheres Emergentes Divulgadora e Pesquisadora do MUNAP_Museu Nacional da Poesia Dama da Sereníssima Ordem da Lyra de Bronze Acadêmica da AFEMIL-Academia Feminina de Letras; da ALB/Mariana; Acadêmica Correspondente da ADL, ANELCARTES, ATRN, AIL, ALTO, da Academia Pre-andina de Artes, Cultura Y Heráldica; Academia Menotti del Picchia,Acadêmica Correspondente Titular da AILA.

Comentários

mirabaeta disse…
Clevane... parece que pelo menos em parte, o problema está sendo resolvido. A ORAVI assinou contrato com a Prefeitura de Campos para a criação da Orquestra e Coro da Cidade, com jovens da ONG...
Em entrevista, o maestro Jony Willian, presidente da ONG, afirmou que nunca pensou em desistir, apesar das lutas.
Boas novas, enfim!!!
Grande abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina