Pular para o conteúdo principal

Eleições do Conselho Estadual de Cultura de Minas Gerais são nesta terça

Depois de muita polêmica envolvendo a eleição do Conselho Estadual de Cultura, a votação será nesta terça, 17 de abril, na Cidade Administrativa. O Instituto Imersão Latina indicou a conselheira Aline Cântia como candidata para a área de Literatura, Livro e Leitura.

Defendemos sobretudo a diversidade de vozes na literatura, a produção literária de artistas independentes e o incentivo ao amor à leitura e aos saberes passados por várias gerações por meio da oralidade. Aline Cântia é contadora de histórias, jornalista e mestre em literatura. Em seu ofício de contadora de narrativas da oralidade já viajou por todas as regiões de Minas Gerais e aprendeu também o quanto é importante ouvir, pois em cada município e lugarejo deste Estado, formado por mais de 800 municípios, há uma imensidão de riquezas que precisam ser registradas em gravações e em livros, pela maior quantidade possível de narradores e poetas.

O Instituto Imersão Latina não concorda com a forma em que se deu este processo eleitoral e lamenta não ter tido mais debate público e mais entidades legitimadas participando da composição do Conselho Estadual de Cultura (CONSEC). Estamos certos de que este é só o início da batalha por maior participação da sociedade no desenvolvimento de políticas públicas de valorização da cultura de Minas. Assim que o CONSEC for definido, cabe a cada artista, produtor cultural e representantes de cultura batalhar para que a discussão seja ampliada e o debate público realmente ocorra em cada região desta imensa Minas Gerais.

Brenda Marques Pena 
Presidente do Instituto Imersão Latina
www.imersaolatina.com

Segue abaixo nota da Secretaria de Estado de Cultura sobre o processo eleitoral:

A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) realiza na próxima terça-feira (17 de abril) a eleição presencial para escolha dos membros do Conselho Estadual de Política Cultural (CONSEC). A votação acontece das 14h às 18h, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. Poderão participar os eleitores indicados pelas entidades civis que fizeram cadastramento prévio junto à SEC e que apresentaram documentação de acordo com as exigências do Edital de Convocação. Para a votação presencial, os eleitores deverão encaminhar-se ao 8º e 9º andar do Edifício Gerais, onde estarão distribuídas urnas em salas destinadas a cada segmento cultural que terá representatividade no CONSEC.

Confira a disposição das salas em que será realizada a votação:

 8º andar:

Entidades de Trabalhadores e Empresariais – Sala 1
Patrimônio Histórico e Artístico – Sala 3
Design e Moda – Sala 5
Música – Sala 8

9º andar:
Museus e de Artes Visuais – Sala 2
Arte Popular, Folclore e Artesanato – Sala 4
Audiovisual e Novas Mídias – Sala 6
Dança e Circo – Sala 7
Produção Cultural – Sala 9
Literatura, Livro e Leitura – Sala 10
Teatro – Sala 11

Documentos para votação - Os eleitores só poderão votar na urna destinada ao seu respectivo segmento cultural. Para participar, o eleitor deverá apresentar o número do CPF, além de documento que contenha nome e foto.

Fiscalização - As pessoas interessadas em atuar como fiscais do processo eleitoral deverão comparecer, no dia da eleição, ao 5º andar do Edifício Gerais, até as 13h30, para concorrer a uma das 11 credenciais que serão distribuídas (segundo art. 16 do Regulamento Eleitoral). Não poderão ser fiscais candidatos ao Conselho Estadual de Política Cultural e servidores públicos. Todo o processo eleitoral será acompanhado e fiscalizado por equipes da Secretaria de Estado de Cultura e do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG). Voto Presencial e por Correspondência

- Para as entidades civis cujas sedes estejam localizadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte, o voto deverá ser presencial. Segundo a Lei Complementar nº 89, de 12/01/2006, integram a Região Metropolitana de Belo Horizonte os seguintes municípios: Baldim, Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Caeté, Capim Branco, Confins, Contagem, Esmeraldas, Florestal, Ibirité, Igarapé, Itaguara, Itatiaiuçu, Jaboticatubas, Juatuba, Lagoa Santa, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Nova União, Pedro Leopoldo, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Rio Manso, Sabará, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, Sarzedo, Taquaraçu de Minas e Vespasiano.

Já as entidades do interior do estado, poderão optar pelo voto presencial ou pelo voto por correspondência, tendo até o dia 16 de abril de 2012, para enviar a documentação para a Secretaria (mais informações:www.cultura.mg.gov.br). Cerimônia de carga das urnas: Informamos ainda que na segunda-feira (16 de abril), será realizada, no 9º andar do Edifício Gerais, na Cidade Administrativa, a cerimônia de carga das urnas eletrônicas que serão utilizadas na votação presencial. O evento está aberto a todos os interessados.

 Atenção: na cabine de votação não poderão ser usados aparelhos eletrônicos, celulares e máquinas fotográficas; esses objetos serão deixados com os mesários na entrada da sala de eleição.

Comentários

muito interessante merece os nossos aplausos.Os conselhos são excelentes porque suas ações ajudam não só a cultura como também a educação de um modo geral.prof escritor beneditocglima

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

"É com muita satisfação que a ARPUB e o MinC informam que o projeto Tropofonia: um laboratório de sons e sentidos, proposto pelo Instituto Imersão Latina - IMEL foi selecionado para receber o Prêmio Roqutette Pinto de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos, na categoria rádio-arte/experimentação sonora."

COMISSÃO DE SELEÇÃO DO I PRÊMIO ROQUETTE- PINTO
ARPUB - Associação das Rádios Públicas do Brasil

"Nós do Instituto Imersão Latina (IMEL) e do Tropofonia recebemos esta notícia hoje e agradecemos a todos que participaram desse processo de construção coletiva do projeto até aqui. O programa Tropofonia agora será disponibilizado para circular pelas rádios comunitárias e educativas de todo o Brasil. Que essa onda se perpetue por todos os ares da América Latina!"
Brenda Marques Pena, Presidente do Instituto Imersão Latina

A Comissão de Seleção do I Concurso de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos - Prêmio Roquette-Pinto foi composta pelos membros:

Patrick Torqua…

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

“Realizar uma grande aliança dos quem tem modos de vida ligados a terra, as águas e as florestas, povos indígenas,comunidades de camponeses e ribeirinhos e demais entidades sociais que sofrem os impactos dos grandes projetos na Amazônia e de quem se solidariza com eles, para estabelecer a resistência a diversos níveis, local, regional, nacional einternacional”, é o que sugere uma das conclusões do Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos. As conclusões do Seminário foram publicadas no site do Cimi no último dia 6.


Eis a carta final do encontro:

Nós, membros de Movimentos Sociais e Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, Peruana e Boliviana e do Conselho Missionário Indigenista – Cimi, reunidos no “Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos”, nos dias 2, 3 e 4 de junho de 2010, na cidade de Rio Branco, estado do Acre,

Considerando:

1) Que os grandes projetos da IIRSA(Iniciativa para Integração da Infra-Estrutura da América …

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

De volta à Pangéia* Quem sabe a arte console hoje todos os corações solitários carentes da real beleza muda dos materiais e cores dos sonhos, como intocáveis desejos do querer. Esse era o último apelo de Péricles: viver um deja vu de emoções. Assim as lembranças tomavam o chá das onze com ele todos os dias, como se cada gota tivesse o gosto de um amigo ou amante distante. E foi assim todos os finais de noite, até que a terra se transformou novamente na Pangeia, quando não havia essa divisão entre continentes. E no meio desse emaranhado de terras Péricles viajou no tempo, provocando a erupção de mil vulcões até que a lavra do amor queimou para sempre os corpos…. Brenda Mar(que)s Pena durante lançamento de DESnaturalizados. Foto: Marja Marques *Miniconto do meu livro (DES)naturalizados. Exemplares à venda por R$ 15,00 no Coletivo Contorno (avenida do Contorno 4640 – sala 701, bairro Funcionários) e na Casa Leopoldina (rua Leopoldina 357, bairro Santo Antônio). Peça também pelo e-mail: co…