Comunidade Dandara comemora 3 anos neste sábado


Com nome de guerreira, mulher, escrava, Dandara nasce em 09 de abril de 2009, com 150 famílias organizadas ocupando um terreno improdutivo, com total zelo às áreas de preservação ambiental e às nascentes, projetando a metragem de ruas, e recuos de calçadas, de forma a designar ali, vida digna a todos os moradores. Três anos se passaram, sob ameaça de despejo e massacres anunciados. Dia após dia a Ocupação Dandara caminha, lutando e resistindo.

Ocupar, ao longo da história, é a forma mais justa de se mostrar ao poder público e privado que terra não deve ser mercadoria ou barganha. Não se pode conviver com extensas áreas a mando da especulação e extensas fileiras de pessoas em estado de necessidade. Além do mais, em nossos Direitos e Garantias Fundamentais, previsto está que “a propriedade atenderá sua função social” (Art. 5º, XXIII, CF). Sendo assim, quando a propriedade se afasta de seu fundamento, é justo que se destine a quem o faça.

De Ocupação já se tornou Comunidade.

Em abril de 2009, para alguns, fomentava-se uma mera reivindicação de direitos fundamentais. Hoje, todos entendemos que somos agentes transformadores da sociedade, e nossa pauta já não é apenas moradia, mas a construção de um mundo onde caibam todos e todas. Hoje em dia somos muitos, somos 5.000 moradores, somos uma Rede Internacional de Solidariedade, somos o apoio de cada um/a de vocês. Portanto, para comemorarmos juntos a construção desta história que há de ser vitoriosa, convidamos todos para comemorarem conosco o nosso 3º aniversário.

* Sábado, dia 14 de Abril de 2012.
* Das 16:00h às 20:00h.
* Endereço da Festa: Na Ocupação-Comunidade Dandara: Rua Petrópolis, nº. 315, Céu Azul - Nova Pampulha, Belo Horizonte, em frente à garagem de ônibus, próximo à Escola Estadual Dep. Manoel Costa)

 * Ônibus: 3302 / 2213 / 2215 (Céu Azul)

Convite das Brigadas Populares, da Coordenação Geral de Dandara e da Rede de Apoio e Solidariedade a Dandara.

Contatos: com Joviano, cel. 31 8815 4120 ou 31 94774227 Rosa, cel tim: 31 9287 1531
Frei Gilvander, cel tim: 31 9296 3040.

 Um abraço afetuoso,

Gilvander Moreira, frei Carmelita.

e-mail: gilvander@igrejadocarmo.com.br www.gilvander.org.br www.twitter.com/gilvanderluis Facebook: gilvander.moreira skype: gilvander.moreira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos