Ministério da Cultura anuncia a implantação de novos Pontos de Cultura Indígena nas cinco regiões do Brasil

Na quinta-feira, 19 de abril, Dia do Índio, o secretário-executivo do MinC, Vitor Ortiz, assinou dois convênios para a implantação de 33 Pontos de Cultura Indígena, sendo 22 na região Norte e 11 na região Centro-Oeste. Além dos convênios, foi repassada a primeira parcela dos recursos para a instalação de novos pontos nas regiões Sudeste (9), Sul (24) e Centro-Oeste (5).

Os pontos indígenas que serão implantados totalizam 109  com metodologia específica para a cultura indígena. Serão 24 pontos na região Sul, 22 no Norte, 16 no Centro-Oeste, nove no Sudeste e oito no Nordeste, que se somarão aos 30 que já estão em atividade nos estados do Amazonas, Acre, Roraima, Mato Grosso e Rondônia.

A ação do MinC tem como objetivo a promoção e o fortalecimento das identidades e da diversidade cultural dos povos indígenas do Brasil. Com os Pontos de Cultura, os beneficiários terão a oportunidade de potencializar as atividades que já executam e descobrir novos campos de atuação. Cada comunidade tem um plano específico que visa descobrir vocações e as melhores formas de desenvolver os trabalhos.

Descobertas as vocações, eles recebem kits multimídia para o desenvolvimento das atividades, como computador com acesso à internet banda larga, DVD, filmadora e câmera fotográfica digital e demais equipamentos que se julgar necessário. A comunidade pode trabalhar, por exemplo, com desenvolvimento de conteúdos audiovisuais, projetos de valorização e divulgação das expressões culturais tradicionais. Segundo a secretária de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura, Márcia Rollemberg, os números mostram o esforço que o MinC está fazendo para fortalecer a diversidade cultural dos indígenas. “Hoje, a Cultura indígena é uma prioridade para o MinC”, ressaltou. Veja os convênios assinados.

(Texto: Rosiene Assunção, Ascom/MinC)
(Fotos: Acervo SID/MinC)

Publicado em: http://www.cultura.gov.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos