Boi Rosado comemora aniversário com arraial em homenagem a Guimarães Rosa


O I Arraial do Boi Rosado será sábado, 27 de junho, das 14 às 18 horas, no Parque Municipal de Belo Horizonte com a participação de artistas, poetas, simpatizantes do Boi Rosado e da comunidade em geral que deseja conhecer e festejar o Boi, que comemora o seu 1º aniversário de nascimento, e o 101º aniversário do escritor João Guimarães Rosa.

O arraial é um mutirão cultural articulado por aqueles que participaram do seu nascimento (as Parteiras do Boi Rosado) e pelos amigos e simpatizantes, que após conhecê-lo têm acompanhado suas andanças e façanhas com o propósito de remexer e temperar o caldeirão cultural de Minas e do Brasil, além de reviver os sentimentos do escritor pelo sertão: “O sertão é isso: só alegria”, além de compartilhar com o “mundo que está em todo lugar” sua sabedoria com relação à vida e à arte, expressa em frases como:A vida é mutirão , de todos por todos, remexida e temperada”.
Os organizadores propõem aos participantes que tragram seus instrumentos musicais e fantasias.


Conheça a história do Boi Rosado


O Boi Rosado é um dos desdobramentos de um longo processo de criação coletiva do projeto de arte pública “Manifesto das Flores”, lançado em Belo Horizonte, em 2003. Este Boi foi concebido na operação de arte “Rosas para o Rosa” realizada em Cordisburgo-MG, em 2006, durante as comemorações do cinqüentenário de lançamento dos livros Grande Sertão: Veredas e Corpo de Baile, de João Guimarães Rosa.

Em 2008, a ideia de criação do Boi foi materializada na oficina de operação de arte “Rosas do Mundo” em homenagem ao centenário de nascimento do escritor. O nome Boi Rosado, foi uma homenagem ao Rosa, visto que foram os desenhos e histórias de bois nas obras desse escritor os principais elementos inspiradores do artista plástico Severino Iabá.

A história desse Boi é ainda um mistério guardado pelo artista. O que se sabe até o momento é que o Boi Rosado nasceu nos Sertões das Minas Gerais tornando-se famoso na região, mesmo depois de desencantado, por suas façanhas, dentre elas, a de invadir as festas populares do sertão para dançar.

Segundo Iabá (foto ao lado) “Sua história dialoga, não apenas com as obras de João Guimarães Rosa e outros escritores, como Ariano Suassuna e Câmara Cascudo, mas também com algumas contradições de nosso tempo, como por exemplo, a devastação do cerrado brasileiro. Por isso, uma das ações do Boi Rosado é sempre doar mudas de árvores ao público."


Programação

Lançamento da exposição poética "O sertão é do tamanho do Mundo" na Praça dos Patins (ao lado do Teatro Francisco Nunes); cortejo do Boi Rosado da Praça dos Fundadores até a Praça dos Patins; Quadrilha e forró com a participação de todos os interessados; Contação de histórias; Roda de ciranda; Confraternização e distribuição de flores.

Todas as atividades são abertas ao público e terão a participação especial de: Renan do Acordeon e convidados, Grupo Miguilim, Grupo Caminhos do Sertaõ, Parteiras do Boi Rosado, Semente de Poesia, Projeto Terças Poéticas, ColetiVoz, Belô Poético, e dos Amigos e Simpatizantes do Boi Rosado.


Apoio

Fundação de Parques Municipais de Belo Horizonte
Restaurante Dona Preta - comida caseira
Museu Nacional da Poesia- MUNAP
Instituto Imersão Latina – IMEL
M'Boitatá Arte & Antiguidade
SindUte - subsede Betim
Jirau dos Iabás

Mais informações
Severino Iabá - 91711314

Serviço

I arraial do Boi Rosado
Dia 27 de junho (sábado),
das 14 às 18 hras,
no Parque Municipal de Belo Horizonte.
(Avenida Afonso Pena, s/n, região central da capital mineira)

Fotos de quando o Boi Rosado participou do Sementes de Poesia no Parque Municipal. Elas foram publicadas por Clevane Pessoa no blog: http://achamarteblogspotcom.blogspot.com

A foto do Boi com o Rio ao fundo foi publicada por Severino Iabá em

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos