Dia Internacional da Mulher: Juntando as metades




JUNTANDO AS METADES


do livro Sou Mulheres
de Angela Togeiro/2009
*

Sou mulher,
por mais que evitemos
ser o que somos,
por mais que nos cubram de panos
para nos esconder,
ou que nos dispam para nos admirar,
por mais que nos mutilem o físico,
ou a alma, para nos anular,
por mais que nos espanquem
para mostrar
a força bruta da inferioridade,
por mais que nos desvalorizem
em piadas grosseiras,
será apenas
quando nos respeitarmos,
como seres que se completam,
que evoluiremos.
Homem e Mulher, Mulher e Homem,
Nosso destino é um só.
Fora isso,
fingimos evolução,
reconhecimento de direitos
criando mais desigualdade,
na falsa igualdade.
Somos mulheres perdidas
nos descaminhos da humanidade
mas sempre
Mulheres.

Livros publicados por Ângela Togeiro:

CONTATO URBANO – poesia
PUDIM DE CLARAS COM BABA-DE-MOÇA – novela
CAVALO ALADO – contos
TREM MINEIRO – poemas para a garotada
NA LUZ DOS TEUS OLHOS – poesia
O COMPOSITOR – romance, Prêmio FUNDEC/Teresina/PI
SOU MULHERES – poesia, Prêmio FUNDEC/Teresina PI
O DENTE DE LEITE APRESENTA: O MOLAR FUGIU DO SONHO DA MENINA – teatro infantil, Prêmio Prefeitura de Manaus/AM

- A autora potiguar que reside em Belo Horizonte, participou também de antologias nacionais e internacionais em português, inglês, espanhol, italiano e francês, como convidada ou decorrente de concursos literários, lançadas no Brasil, Uruguai, Cuba, México, Canadá, EUA, Espanha, Portugal e Inglaterra.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos