Participantes da III Conferência Nacional de Cultura exigem mais recursos para preservação e promoção do patrimônio cultural brasileiro


Além dos quatro eixos principais que serão discutidos ao longo da III Conferência Nacional de Cultura, a PEC 150 foi pauta importante nas falas da plenárias que discutiram os desafios do Sistema Nacional de Cultura. A PEC determina que serão aplicados obrigatoriamente no mínimo 2% das receitas dos impostos da união, 1,5 % das receitas dos estados e 1% da dos municípios, na preservação e promoção do patrimônio cultural brasileiro. Outras prioridades dos conferêncistas são o Marco Civil da internet, a transformação do programa Cultura Viva em política de Estado (Lei Cultura Viva), o ProCultura, novo Marco Regulatório para o setor, Comunicação democrática e a destinação de 15% do fundo social do Pré-Sal para a Cultura.

Mais informações:
Participantes da 3ª Conferência Nacional de Cultura fecham um trecho do Eixo Monumental em protesto pela morosidade da tramitação da PEC 150 da Cultura.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=muvqcmPiV10

Vai acontecer outra manifestação pela PEC 150 agora na frente do Brasil 21, em Brasília.

Acompanhe a cobertura pelo twitter (https://twitter.com/search?q=%233CNC&src=hash&f=realtime) Facebook (https://www.facebook.com/hashtag/3cnc) e Diáspora (https://diaspora.juntadados.org/tags/3cnc).

Matérias e notas publicadas diariamente no site do Ganesha (http://ganesha.org.br/) e no blog da Cobertura Compartilhada (http://cncvirtual.culturadigital.br/category/noticias/).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina