Jornalista é trabalhador e merece respeito!


Nota oficial da FENAJ 

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), entidade maior de representação da categoria, vem a público repudiar a violência cometida contra jornalistas por manifestantes, em diversas cidades do país, notadamente São Paulo e Brasília.

Assim como condenamos a violência policial, denunciamos as coações, intimidações, agressões verbais e físicas cometidas contra jornalistas e outros profissionais da imprensa. Ambas as práticas não podem ser toleradas pela sociedade brasileira, visto que violam os princípios da liberdade de expressão e de imprensa.

A FENAJ defende o jornalista brasileiro no seu direito fundamental de apurar os fatos e reportá-los ao conjunto da sociedade. O jornalista é o profissional que está permanentemente trabalhando para que os cidadãos e cidadãs possam exercer o seu direito à informação e, por isso, merece o respeito de toda a sociedade.

Identificar o profissional jornalista com as empresas de comunicação é um erro primário que não deve ser cometido por nenhum segmento da sociedade civil organizada. O jornalista está em permanente batalha pela diversidade de fontes e pelo contraditório, na busca da qualidade da informação e da verdade dos fatos. Nesta batalha, muitas vezes se torna vítima de seu patrão, mas não abre mão dos princípios técnicos, teóricos e éticos de sua profissão.

Para a FENAJ, é com o trabalho do jornalista que o Jornalismo vai continuar a ser uma necessidade social, um bem imprescindível para a democracia e a constituição da cidadania.

Esperamos que as manifestações da sociedade civil organizada sejam uma constante em nosso país e que os jornalistas presentes em cada uma delas, exercendo sua função profissional, sejam respeitados.

Brasília, 19 de junho de 2013.
Diretoria da Federação Nacional dos Jornalistas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina