Festivale pode ganhar o título de “Patrimônio Imaterial”

O Festivale - Festival de Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha – pode se tornar Patrimônio Imaterial do Estado de Minas Gerais.

A Assembleia Legislativa vai encaminhar ao Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha-MG) pedido para que seja feita a análise e sejam tomadas as providências com esse objetivo, atendendo requerimento dos deputados André Quintão e Luiz Henrique, aprovado nesta quinta-feira, dia 27, pela Comissão de Cultura.

O Festivale reúne, anualmente, artistas e público da Região do Jequitinhonha e de diversas cidades do País com atrações que incluem oficinas de música, poesia e teatro, shows musicais, grupos de arte popular, exposições de artesanato e fotografia, culinária, além de palestras e debates sobre os mais variados temas de interesse cultural.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina