Etnodoc III está com inscrições abertas até dia 10



Edital voltado para documentários sobre patrimônio imaterial recebe vídeos até 10 de janeiro

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MinC), recebe, até 10 de janeiro, inscrições no Edital de Apoio a Documentários Etnográficos sobre Patrimônio Imaterial – Etnodoc. Idealizado pelo Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular do Iphan, em parceria com a Associação Cultural de Amigos do Museu de Folclore Edison Carneiro (Acamufec), e patrocinado pela Petrobras, o concurso está aberto a projetos inéditos de documentário etnográfico, voltado para exibição em redes públicas de TV.




O edital tem como objetivo somar esforços e ampliar as ações voltadas para a valorização e promoção dessa dimensão do patrimônio cultural, assim como estimular iniciativas direcionadas à melhoria das condições de transmissão, produção e reprodução dos bens culturais que compõem esse universo.

A terceira edição do Etnodoc apoiará 15 projetos inéditos de documentários etnográficos, de média duração, com recursos de R$ 1,2 milhão, sendo que cada projeto selecionado receberá a quantia de, no máximo, R$ 80 mil.

Requisitos

Os vídeos participantes do concurso devem ser relativos ao patrimônio cultural imaterial brasileiro, com temáticas sobre saberes, celebrações, formas de expressão e lugares, dentre outras, compreendido conforme definição da Convenção para Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, aprovada em 2003. Os projetos precisam ainda ter abordagem etnográfica sobre o objeto da documentação, situado em seu contexto sociocultural, e sobre pessoas e grupos sociais a ele relacionados.

A comissão de seleção será formada por representantes das várias instituições realizadoras e parceiras do projeto, além de pelo menos um especialista convidado, da esfera audiovisual, sem vínculo com as citadas instituições.

As inscrições só poderão ser feitas pelo site do Etnodoc, na seção Inscrição Online.

Edições anteriores

A primeira edição do Etnodoc foi realizada em 2007, com 466 projetos inscritos. Em 2009, o número de projetos participantes teve um aumento de mais de 50%, registrando mais de 706 inscrições. Na 2ª edição, a principal atualização do edital foi o processo de inscrição que passou a ser feita exclusivamente online.

O Etnodoc foi criado por especialistas do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular – CNFCP e do Departamento de Patrimônio Imaterial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan e do Ministério da Cultura.



Fonte: Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura, com informações do Iphan e do CNFCP, publicadas no site: cultura.gov.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina