Pular para o conteúdo principal

80 anos de Augusto de Campos no Europália Brasil



Por Patrícia Saldanha*

Festival celebra 80 anos de Augusto de Campos com Arnaldo Antunes e Adriana Calcanhoto


O poeta brasileiro Augusto de Campos será homenageado no Festival Internacional de Artes da Europa –

Europalia.Brasil 2011. Em comemoração ao aniversário de 80 anos do poeta, o Ministério da Cultura (MinC) e a Embaixada do Brasil na Bélgica promovem, na próxima semana, em Bruxelas, um sarau literário com as poesias de Augusto de Campos e uma mesa-redonda para debater as suas obras.

O sarau será realizado na segunda-feira, dia 7, n
a prefeitura de Bruxelas (Grand Place), a partir das 20h. Além do próprio poeta, o evento terá participação dos compositores e poetas Arnaldo Antunes, Adriana Calcanhotto, Cid Campos e do filósofo e escritor Antônio Cícero, que declamarão poemas de Augusto de Campos.

Na quarta-feira, dia 9, na sede da embaixada brasileira, será realizada uma mesa-redonda para debater a obra do poeta. Haverá, também, o lançamento de uma coletânea dos melhores trechos da poesia de Augusto de Campos, traduzidos para o holandês e o francês.

Visite o site oficial do Europalia

Augusto de Campos, 1957

Poesia Concreta

Augusto de Campos nasceu em São Paulo, em 1931. Ele e o irmão, Haroldo de Campos, foram os fundadores do movimento estético/literário Poesia Concreta, ou Concretismo, no país. Em 1952, lançou a Revista Noigrandes, que introduziu os textos do concretismo pela primeira vez no Brasil. Augusto de Campos utilizava a tipografia, as cores, as formas geométricas, o áudio, e nos últimos anos, as novas mídias, para expressar e divulgar poesia. Ele é também advogado, crítico de música e de literatura e publicitário.

Paulatinamente, o poeta foi acrescentando novas técnicas a sua obra. Inicialmente trabalhava com variações tipográficas e elementos formais para diferenciar os seus versos. A partir dos anos 80 começa a experimentar novas tecnologias, tais como o uso de painéis publicitários elétricos, textos vídeos, neons, hologramas, lasers, musicais, cds, entre outras coisas. Seu videoclipe Pulsar (1984), com a música de Caetano Veloso, é um dos exemplos mais conhecideos de sua obra, realizado em um computador de alta resolução.

Leia mais:

Europalia.Brasil 2011
Veja vídeo poesia

*Assessora de Comunicação do Minc

Comentários

Ernesto Castro disse…
PÊNDULO ESTE POEMA CONCRETO AQUI REFERIDO COMO SENDO DE AUGUSTO DE CAMPOS É SIM DA AUTORIA DE
DO POETA PROTUGUÊS E. M. DE MELO E CASTRO E DATA DE 1962 QUANDO FOI PELA PRIMEIRA VEZ PUBLICADO NA VERSÃO ORIGINAL NO LIVRO IDEOGRAMAS PUBLICADO EM LISBOA EM 1962 PELA GUIMARÃES EDITORA, TAL COMO TODAS AS PESSOAS BEM INFORMADAS E CULTAS SABEM. POR FAVOR CORRIJAM ESSE ERRO LAMENTÁVEL ! NADA TENHO CONTRA O POETA AUGUSTO DE CAMPOS DE QUEM SOU ADMIRADOR E AMIGO PESSOAL HÁ MAIS DE 50 ANOS. MAS A VERDADE DEVE SER RESPEITADA. PARA PIORAR A SITUAÇÃO A VERSÃO APRESENTADA TAMBÉM NÃO É DE AUGUSTO DE CAMPOS SENDO UMA ABERRAÇÃO ABUSIVA. E.M. DE MELO E CASTRO

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

"É com muita satisfação que a ARPUB e o MinC informam que o projeto Tropofonia: um laboratório de sons e sentidos, proposto pelo Instituto Imersão Latina - IMEL foi selecionado para receber o Prêmio Roqutette Pinto de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos, na categoria rádio-arte/experimentação sonora."

COMISSÃO DE SELEÇÃO DO I PRÊMIO ROQUETTE- PINTO
ARPUB - Associação das Rádios Públicas do Brasil

"Nós do Instituto Imersão Latina (IMEL) e do Tropofonia recebemos esta notícia hoje e agradecemos a todos que participaram desse processo de construção coletiva do projeto até aqui. O programa Tropofonia agora será disponibilizado para circular pelas rádios comunitárias e educativas de todo o Brasil. Que essa onda se perpetue por todos os ares da América Latina!"
Brenda Marques Pena, Presidente do Instituto Imersão Latina

A Comissão de Seleção do I Concurso de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos - Prêmio Roquette-Pinto foi composta pelos membros:

Patrick Torqua…

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

“Realizar uma grande aliança dos quem tem modos de vida ligados a terra, as águas e as florestas, povos indígenas,comunidades de camponeses e ribeirinhos e demais entidades sociais que sofrem os impactos dos grandes projetos na Amazônia e de quem se solidariza com eles, para estabelecer a resistência a diversos níveis, local, regional, nacional einternacional”, é o que sugere uma das conclusões do Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos. As conclusões do Seminário foram publicadas no site do Cimi no último dia 6.


Eis a carta final do encontro:

Nós, membros de Movimentos Sociais e Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, Peruana e Boliviana e do Conselho Missionário Indigenista – Cimi, reunidos no “Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos”, nos dias 2, 3 e 4 de junho de 2010, na cidade de Rio Branco, estado do Acre,

Considerando:

1) Que os grandes projetos da IIRSA(Iniciativa para Integração da Infra-Estrutura da América …

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

De volta à Pangéia* Quem sabe a arte console hoje todos os corações solitários carentes da real beleza muda dos materiais e cores dos sonhos, como intocáveis desejos do querer. Esse era o último apelo de Péricles: viver um deja vu de emoções. Assim as lembranças tomavam o chá das onze com ele todos os dias, como se cada gota tivesse o gosto de um amigo ou amante distante. E foi assim todos os finais de noite, até que a terra se transformou novamente na Pangeia, quando não havia essa divisão entre continentes. E no meio desse emaranhado de terras Péricles viajou no tempo, provocando a erupção de mil vulcões até que a lavra do amor queimou para sempre os corpos…. Brenda Mar(que)s Pena durante lançamento de DESnaturalizados. Foto: Marja Marques *Miniconto do meu livro (DES)naturalizados. Exemplares à venda por R$ 15,00 no Coletivo Contorno (avenida do Contorno 4640 – sala 701, bairro Funcionários) e na Casa Leopoldina (rua Leopoldina 357, bairro Santo Antônio). Peça também pelo e-mail: co…