80 anos de Augusto de Campos no Europália Brasil



Por Patrícia Saldanha*

Festival celebra 80 anos de Augusto de Campos com Arnaldo Antunes e Adriana Calcanhoto


O poeta brasileiro Augusto de Campos será homenageado no Festival Internacional de Artes da Europa –

Europalia.Brasil 2011. Em comemoração ao aniversário de 80 anos do poeta, o Ministério da Cultura (MinC) e a Embaixada do Brasil na Bélgica promovem, na próxima semana, em Bruxelas, um sarau literário com as poesias de Augusto de Campos e uma mesa-redonda para debater as suas obras.

O sarau será realizado na segunda-feira, dia 7, n
a prefeitura de Bruxelas (Grand Place), a partir das 20h. Além do próprio poeta, o evento terá participação dos compositores e poetas Arnaldo Antunes, Adriana Calcanhotto, Cid Campos e do filósofo e escritor Antônio Cícero, que declamarão poemas de Augusto de Campos.

Na quarta-feira, dia 9, na sede da embaixada brasileira, será realizada uma mesa-redonda para debater a obra do poeta. Haverá, também, o lançamento de uma coletânea dos melhores trechos da poesia de Augusto de Campos, traduzidos para o holandês e o francês.

Visite o site oficial do Europalia

Augusto de Campos, 1957

Poesia Concreta

Augusto de Campos nasceu em São Paulo, em 1931. Ele e o irmão, Haroldo de Campos, foram os fundadores do movimento estético/literário Poesia Concreta, ou Concretismo, no país. Em 1952, lançou a Revista Noigrandes, que introduziu os textos do concretismo pela primeira vez no Brasil. Augusto de Campos utilizava a tipografia, as cores, as formas geométricas, o áudio, e nos últimos anos, as novas mídias, para expressar e divulgar poesia. Ele é também advogado, crítico de música e de literatura e publicitário.

Paulatinamente, o poeta foi acrescentando novas técnicas a sua obra. Inicialmente trabalhava com variações tipográficas e elementos formais para diferenciar os seus versos. A partir dos anos 80 começa a experimentar novas tecnologias, tais como o uso de painéis publicitários elétricos, textos vídeos, neons, hologramas, lasers, musicais, cds, entre outras coisas. Seu videoclipe Pulsar (1984), com a música de Caetano Veloso, é um dos exemplos mais conhecideos de sua obra, realizado em um computador de alta resolução.

Leia mais:

Europalia.Brasil 2011
Veja vídeo poesia

*Assessora de Comunicação do Minc

Comentários

Ernesto Castro disse…
PÊNDULO ESTE POEMA CONCRETO AQUI REFERIDO COMO SENDO DE AUGUSTO DE CAMPOS É SIM DA AUTORIA DE
DO POETA PROTUGUÊS E. M. DE MELO E CASTRO E DATA DE 1962 QUANDO FOI PELA PRIMEIRA VEZ PUBLICADO NA VERSÃO ORIGINAL NO LIVRO IDEOGRAMAS PUBLICADO EM LISBOA EM 1962 PELA GUIMARÃES EDITORA, TAL COMO TODAS AS PESSOAS BEM INFORMADAS E CULTAS SABEM. POR FAVOR CORRIJAM ESSE ERRO LAMENTÁVEL ! NADA TENHO CONTRA O POETA AUGUSTO DE CAMPOS DE QUEM SOU ADMIRADOR E AMIGO PESSOAL HÁ MAIS DE 50 ANOS. MAS A VERDADE DEVE SER RESPEITADA. PARA PIORAR A SITUAÇÃO A VERSÃO APRESENTADA TAMBÉM NÃO É DE AUGUSTO DE CAMPOS SENDO UMA ABERRAÇÃO ABUSIVA. E.M. DE MELO E CASTRO