Prêmio Jabuti divulga finalistas e editora Anome se destaca com duas indicações na categoria poesia


Por Brenda Marques*

Sete anos é o número da perfeição? Pelo menos para a Anome livros, este ano tem consolidado a editora de Minas como um referencial em poesia. O editor Wilmar Silva, poeta conhecido como Joaquim Palmeira, ligou para informar ao blog do IMEL a indicação de dois livros da editora dele entre os 10 finalistas do prêmio Jabuti. "Foi uma surpresa ver na lista os nomes de Reynaldo Bessa e Dagmar Braga, entre autores consagrados como Ferreira Agullar, os dois são estreantes, mas já apresentam uma escrita bastante madura, tanto que conseguiram essa importante indicação ao Jabuti", conta Wilmar.

"O trabalho de edição me fascina, a Anome é paixão e sobrevivência. Sempre tive interesse em ser editor, pelo fato de ser poeta eu sempre me senti instigado a editar. Vejo o livro como um objeto de arte e amo criar objetos gráficos. Penso nos meus livros graficamente"

Wilmar Silva

Foto: Sebastián Moreno

Os finalistas do Jabuti

Outros Barulhos de Reynaldo Bessa, 128 páginas, Anome Livros, 2008, BH.

"Reynaldo Bessa vai arrancando a verdade aos pedaços, poema a poema, letra a letra, um som que é alarido, gritos em samplers da existência" Wilmar Silva

"Ou ele publicava esse livro ou ficava louco, não tinha escolha" Fabrício Carpinejar

Reynaldo Bessa é cantor, compositor, violonista, escritor e poeta. Nasceu em Mossoró-RN. Vive em São Paulo há vinte anos. Lançou cinco cds, o mais recente, Com os Dentes, músicas suas sobre poemas de Alphonsuns de Guimaraens, Ricardo Corona, Wilmar Silva, Fabrício Carpinejar, José Luis Peixoto, Alice Ruiz, etc.

Geometria da Paixão, 126 páginas, Anome Livros, 2008, BH.

"A poesia de Dagmar Braga é uma inscrição no silêncio, um diálogo com as sombras, uma caligrafia da solidão".
Affonso Romano de Sant’Anna

Dagmar Braga nasceu em Pitangui, MG. Vive em Belo Horizonte desde 1973. Formada em Letras pela PUC-MG. Responsável pelo Espaço Cultural Letras e Ponto, onde ministra Oficinas de Literatura.

Clique aqui para conhecer os demais finalistas da edição 51 do Prêmio Jabuti

A Anome Livros foi fundada em 2002 e já possui mais de 100 títulos publicados. O destaque da editora é o projeto gráfico, que são como plantas arquitetônicas dos livros.

Conheça alguns títulos publicados em http://www.wilmarsilva.com.br/


Brenda Marques
é Poeta, jornalista, presidente do IMEL. Autora de Poesia Sonora: história e desdobramentos de uma vanguarda poética, que será lançado na Terças Poéticas do Palácio das Artes, dia primeiro de setembro às 18h30. Vejam informações do livro em:
http://www.tradicaoplanalto.com.br/livro-poesia-sonora.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina