Arte e Cultura são instrumentos de mobilização para a reforma agrária em Festival Nacional promovido pelo MST


O Festival Nacional de Artes e Cultura da Reforma Agrária começou hoje (20) na Serraria Souza Pinto e vai até 24 de julho o MST irá promover um grande 

O evento é gratuito e tem o objetivo de fomentar a produção cultural e artística do campo brasileiro.

A programação reunirá a cultura forjada nos acampamentos de Lona Preta e assentamentos da Reforma Agrária, desenvolvida nesses 30 anos de luta do Movimento. 

A capital mineira, Belo Horizonte, será palco para a feira de produtos da Reforma Agrária, espaço gastronômico "Culinária da Terra", instalações de artes plásticas, intervenções cênicas e shows gratuitos com atrações regionais e nacionais.

O Festival também conta com o II Festival de Música “Da luta brotam vozes de liberdade” e a I Mostra de Poesias, com o tema “Versando a Luta”. As inscrições, encerradas no dia 30 de junho, somaram 105 canções e 195 poemas, de 18 estados do Brasil. 







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos