O cantador Téo Azevedo disputa o Grammy Latino com dois álbuns


É o primeiro artista brasileiro da região do Norte de Minas a concorrer ao prêmio considerado o Oscar da música latino-americana

No final de setembro foi anunciada a lista dos concorrentes ao Grammy Latino 2013, prêmio considerado o Oscar da música latino-americana. Entre os indicados figura o poeta e cantador Téo Azevedo, natural de Alto Belo, distrito de Bocaiuva. A solenidade de entrega da premiação aos vencedores ocorre dia 21 de novembro, em Los Angeles, Estados Unidos.

Téo Azevedo concorre ao prêmio com dois álbuns:

- “Salve Gonzagão, 100 anos”, uma coletânea que ele mesmo organizou, com 16 faixas interpretadas pelo próprio Téo e por nomes como Jackson Antunes, Caju & Castanha, Genival Lacerda e outros. Todas as faixas são de autoria de Téo Azevedo, com exceção do poema "Um baiãozinho para o Rei do Baião", de Assis Ângelo, e pelos "Causos Gonzagueanos", dos irmãos Mano Véio & Mano Novo. O álbum possui uma preciosidade: "Padroeira da Visão", única faixa inédita, que é uma poesia de Téo Azevedo musicada por Luiz Gonzaga em 1984 e gravada em 2012 por Dominguinhos especialmente para o disco.


- “O Velho Chico – Sob o olhar Januarense”, álbum com 29 faixas, foi produzido pelo advogado e poeta Maurílio Arruda, com Téo Azevedo e o ator Jackson Antunes. As músicas e poemas homenageiam Januária e tratam da importância de preservar o Rio São Francisco. A obra foi desenvolvida pela Associação dos Músicos Januarenses em parceria com a Inter Tv Grande Minas.

Vários artistas já gravaram músicas de autoria de Téo Azevedo, como Zé Ramalho, Tonico & Tinoco, Milionário & Zé Rico, Luiz Gonzaga e Sérgio Reis. Téo concorre ao prêmio Melhor Álbum de Música Brasileira de Raiz, categoria do Grammy que já foi ganha por nomes como Gilberto Gil (2010), Daniel (2009) e Dominguinhos (2012).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina