Pular para o conteúdo principal

Parlamento Indígena das Américas será construído no Brasil com bambú colombiano

Por: Wal Cordeiro

Numa reunião histórica, que ocorreu no dia 04 de novembro de 2010 no Rio de Janeiro, entre Fruto Vivas Oscar (conhecido no mundo com o arquiteto verde) Niemeyer e Armando Benner Vivas, foi firmada uma parceria para a construção do Parlamento Indígena das Américas.

O projeto foi solicitado pela ONU e elaborado por Fruto Vivas que fez questão de presentear Brasilia através de Niemeyer por ser um grande amigo há mais de 60 anos.

Niemeyer garantiu que não vai medir esforços para que o Parlamento Indígena das Américas seja construído na capital federal, pois será um marco entre Brasil, Venezuela e todos os povos indígenas das américas.

Será uma grande obra que vai envolver diversas parcerias entre o escritório de Niemeyer, Fruto Vivas, governos, Árvores para Viver (organização que está chegando ao Brasil, liderada por Armando Benner Vivas, filho de Fruto vivas) e Nations 2 Nations, uma entidade internacional que trabalha no resgate da diginidade dos povos em todo mundo.

Além do Parlamento Indígena das Américas, Ávores para Viver está trazendo para o Brasil uma idéia inovadora de construção de condomínios ecológicos com tecnologia sustentável e mais barata desenvolvida por Vivas em diversas partes do mundo.

Assista agora o vídeo exclusivo e conheça mais um pouco o que será o Parlamento Indígena das Américas.

Comentários

Anônimo disse…
Essa parceiria irá derrubar fronteiras da arquitetura mundial e pulverizar projetos para caracterização de diversas regiões do Brasil com a preocupação ecológica sustentável . Parabéns pela iniciativa .

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos