Pular para o conteúdo principal

A Comunicação do Brasil é discutida na I Confecom com transmissão ao vivo

O Instituto Imersão Latina defende a participação dos movimentos sociais e de toda a população na comunicação

Estamos reunidos nos grupos de discussão e para que vocês, de onde estiverem contribuam com a I Conferência Nacional de Comunicação (Confecom), acompanhem a transmissão ao vivo: confecom.gov.br/transmissao. A participação de toda sociedade é importante. Faço parte do GT 8 Eixo 2: Meios de Distribuição, Sistema de Outorgas, Fiscalização, Propriedade das entidades distribuidoras de conteúdo. Representamos os movimentos sociais, e a população brasileira e não vamos deixar que calem nossa boca.

Veja abaixo o vídeo com Rita Freire, da Ciranda.net, comentando sobre o início da Conferência que foi marcado pela tentativa de mudança do regimento da CONFECOM:



Leia os comentários sobre a CONFECOM e participe de nossa rede no:
imersaolatina.ning.com

Nelsinho Pombo Jr, membro do Instituto Imersão Latina e da Ciranda.net

Comunicadores de todo o país fazem a cobertura da I Conferência Nacional de Comunicação

Mais de 300 profissionais de imprensa de todo o país estão cadastrados para cobrir o evento, de 14 a 17 de dezembro, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, de acordo com o site oficial da Conferência. Cerca de 60 desses profissionais, trabalham como comunicadores comunitários em rádios, TVs e agências espalhadas pelo país. Uma tenda está montada do lado de fora do Centro de Convenções, com dois telões e rede wireless, para atender ao público não credenciado, mas ligado à área de comunicação, como estudantes e blogueiros.

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) montou uma grande estrutura para o evento, mobilizando a TV Brasil, a televisão a cabo NBR, oito emissoras de rádio e a Agência Brasil de notícias. A TV Brasil e a Agência Brasil estão fazendo uma cobertura intensa, com pelo menos 10 jornalistas em cada um dos dias da Confecom. estão sendo produzidas reportagens para os telejornais, e o Repórter Brasil, principal telejornal da emissora, promove debates todos os dias sobre os temas da conferência.

Transmissão por internet e sinal para TV a Cabo

A NBR está transmitindo a Confecom ao vivo desde a abertura, feita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 14, até a Plenária Final, no dia 17. O sinal está à disposição de qualquer emissora que tenha interesse em pegar as imagens. A NBR também é a responsável pela transmissão da conferência pela Internet, através do sítio oficial da Confecom - confecom.com.br e em seu próprio sítio: ebcservicos.ebc.com.br/veiculos/nbr/nbr-aovivo.

Para esta cobertura, a NBR mobilizou 50 pessoas, entre técnicos e jornalistas. “Estamos com um estúdio montado no Centro de Convenções para produzir entrevistas e boletins para os programas da grade e os telejornais”, afirma José Roberto Garcez, superintendente de Rede e Diretor de Serviços da EBC.

A programação da NBR é transmitida para mais de mil emissoras em todo o país, públicas e privadas, o que possibilitará um grande acesso da sociedade brasileira aos debates da Confecom. O sinal da NBR também pode ser captado por antenas parabólicas.

Cobertura especial de Rádio

As emissoras de rádio da EBC fazem uma cobertura especial da Confecom, com a realização de mesa redonda e entrevistas diretamente do Centro de Convenções, de terça a quinta-feira, entre 9h30 e 10h e das 16h às 16h30.

As rádios da EBC estão envolvidas com a 1ª Confecom desde as conferências estaduais que precederam a Conferência Nacional, e além de programas, mesas redondas e documentários produzidos, veiculam spots de 40 a 50 segundos com representantes dos segmentos que compõem a Conferência: sociedade civil, sociedade civil empresarial e poder público.

“Nossa proposta é permitir ao ouvinte participar da discussão e fazer o seu juízo de valor sobre um tema importante como a comunicação”, comenta Cristina Guimarães, gerente da Rádio Nacional, de Brasília, cabeça de rede da transmissão da Confecom.

A Associação de Rádios Públicas do Brasil (Arpub) também produz especialmente para a Confecom, com equipe multiprofissional de diferentes emissoras públicas. A transmissão da Arpub será de terça a quinta-feira, de 18 às 18h30. As transmissões da EBC e da Arpub estarão disponíveis via satélite no mesmo canal da Voz do Brasil, que é transmitida para mais de 4 mil rádios do país.

No sítio da Radioagência Nacional - ebc.com/radioagencia, agência de rádio na Internet, há um link para acessar matérias, entrevistas e sonoras das equipes da EBC na Confecom. O dowload é livre e gratuito.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tropofonia do IMEL ganha prêmio Roquette Pinto de rádio-arte!

"É com muita satisfação que a ARPUB e o MinC informam que o projeto Tropofonia: um laboratório de sons e sentidos, proposto pelo Instituto Imersão Latina - IMEL foi selecionado para receber o Prêmio Roqutette Pinto de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos, na categoria rádio-arte/experimentação sonora."

COMISSÃO DE SELEÇÃO DO I PRÊMIO ROQUETTE- PINTO
ARPUB - Associação das Rádios Públicas do Brasil

"Nós do Instituto Imersão Latina (IMEL) e do Tropofonia recebemos esta notícia hoje e agradecemos a todos que participaram desse processo de construção coletiva do projeto até aqui. O programa Tropofonia agora será disponibilizado para circular pelas rádios comunitárias e educativas de todo o Brasil. Que essa onda se perpetue por todos os ares da América Latina!"
Brenda Marques Pena, Presidente do Instituto Imersão Latina

A Comissão de Seleção do I Concurso de Fomento à Produção de Programas Radiofônicos - Prêmio Roquette-Pinto foi composta pelos membros:

Patrick Torqua…

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

“Realizar uma grande aliança dos quem tem modos de vida ligados a terra, as águas e as florestas, povos indígenas,comunidades de camponeses e ribeirinhos e demais entidades sociais que sofrem os impactos dos grandes projetos na Amazônia e de quem se solidariza com eles, para estabelecer a resistência a diversos níveis, local, regional, nacional einternacional”, é o que sugere uma das conclusões do Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos. As conclusões do Seminário foram publicadas no site do Cimi no último dia 6.


Eis a carta final do encontro:

Nós, membros de Movimentos Sociais e Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira, Peruana e Boliviana e do Conselho Missionário Indigenista – Cimi, reunidos no “Seminário Internacional de Grandes Projetos na Amazônia e seus Impactos”, nos dias 2, 3 e 4 de junho de 2010, na cidade de Rio Branco, estado do Acre,

Considerando:

1) Que os grandes projetos da IIRSA(Iniciativa para Integração da Infra-Estrutura da América …

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

De volta à Pangéia* Quem sabe a arte console hoje todos os corações solitários carentes da real beleza muda dos materiais e cores dos sonhos, como intocáveis desejos do querer. Esse era o último apelo de Péricles: viver um deja vu de emoções. Assim as lembranças tomavam o chá das onze com ele todos os dias, como se cada gota tivesse o gosto de um amigo ou amante distante. E foi assim todos os finais de noite, até que a terra se transformou novamente na Pangeia, quando não havia essa divisão entre continentes. E no meio desse emaranhado de terras Péricles viajou no tempo, provocando a erupção de mil vulcões até que a lavra do amor queimou para sempre os corpos…. Brenda Mar(que)s Pena durante lançamento de DESnaturalizados. Foto: Marja Marques *Miniconto do meu livro (DES)naturalizados. Exemplares à venda por R$ 15,00 no Coletivo Contorno (avenida do Contorno 4640 – sala 701, bairro Funcionários) e na Casa Leopoldina (rua Leopoldina 357, bairro Santo Antônio). Peça também pelo e-mail: co…