Caravana da Bacia do Rio Doce: Em meio ao caos, a vida resiste - Parte 1

Isis Medeiros
Jornalistas Livres

Hoje começou a Caravana Territorial da Bacia do Rio Doce, que vai percorrer durante uma semana todos os caminhos por onde a lama escorreu e destruiu vidas e comunidades de Mariana-MG ao estado do Espírito Santo. O projeto que conta com 40 organizações e 150 militantes de diversas áreas de conhecimento, tem como objetivo principal conhecer a realidade em que estão vivendo as famílias atingidas pelas barragens e pela mineração em toda região e ecoar as denúncias do modelo criminoso e predatório de mineração na região mineira e em todo Brasil.

Durante esta semana a Caravana Territorial da Bacia do Rio Doce segue percorrendo os locais atingidos pela lama, cinco meses após a queda da barragem da Samarco em Bento Rodrigues. O encerramento será com um grande em Governador Valadares.

Participam da caravana 150 pessoas de várias regiões do Brasil, 40 organizações que estão fazendo a rota por onde a lama atingiu, conhecendo as comunidades atingidas. Está sendo feito um estudo que vai nortear as próximas ações dos movimentos para enfrentamento da mineração em toda região, de Mariana ao Espírito Santo.






 
 
 
 






Saiba mais informações sobre o projeto da Caravana Territorial da Bacia do Rio Doce no link abaixo:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina