4ª Semana Afro-Latina oferece oficinas gratuitas com grandes instrumentistas em BH

Oficina de percussão no Necup. Foto por Flávia Mafra
Por Agatha S. Azevedo (texto)

Percussão afro-latina e Música Universal com José Izquierdo e Itiberê Zwarg fazem parte da programação da Semana, que irá do dia 2 ao dia 20 de maio

Para continuar a imersão prática de aprendizagem e estudos de música, a 4ª Semana Afro-Latina segue a tradição das anteriores de promover encontros e reflexões sobre a música produzida no territorio afro-latino. Desde a sua 1ª edição, em 2013, já participaram educadores e músicos como o maestro Néstor Lombida (Cuba), Sérgio Valdeos (Peru), Santiago Reyther (Cuba) e José Izquierdo (Chile).

Este ano, os destaques são a presença de Itiberê Zwarg, baixista do Hermeto Pascoal e Grupo e coordenador de oficinas de Música Universal no Rio de Janeiro desde 1999, e José Izquierdo, chileno, pesquisador de ritmos e manifestações populares afro-latinas e afro-cubanas, atualmente professor de percussão da Pracatum, em Salvador.

A 4ª Semana Afro-Latina é realizada com recursos da Lei Municipal de Incentivo Fiscal à Cultura da Prefeitura de Belo Horizonte e o resultado do trabalho realizado nas oficinas poderá ser conferido no show de encerramento de cada uma delas. A apresentação de Itiberê Zwarg e Grupo, encerrando a Oficina de Música Universal,  será dia 06 de maio, sábado as 16h na Fundação de Educação Artística e a apresentação de José Izquierdo será no sábado 20 de maio as 14h em uma praça pública da cidade, a ser definida.


Sobre a Oficina de Música Universal:

Música Universal foi o termo encontrado por Hermeto Pascoal para descrever sua música que, sem preconceitos, engloba todos os estilos, valoriza elementos da tradição musical popular brasileira, e ao mesmo tempo, ultrapassa a barreira entre a musica erudita e a popular, justapondo traços da musica regional de todo o mundo, e refletindo com isso sua universalidade.

A Oficina de Música Universal com Itiberê Zwarg acontecerá na Fundação de Educação Artística (FEA) de 2 a 6 de maio, com inscrições através do formulário: https://goo.gl/forms/E6dZDav5Nq6sbo5t1, até dia 20 de Abril. Ela é baseada na metodologia da escuta e da intuição e é direcionada a músicos de qualquer idade que tenham alguma prática em seu instrumento, em qualquer nível de desenvolvimento técnico.

Sobre a Oficina Bloco de Conga:

Para reforçar a afro-latinidade dos instrumentistas, essa oficina irá desenvolver a percepção rítmica por meio do aprendizado e da análise aprofundada de ritmos populares tradicionais afro-latinos, como a salsa, a cumbia, o congo da Bahia e o mambo, trabalhando técnica de tumbadoras e a execução de bumbos, campanas e xequerês.

A Oficina Bloco de Conga com José Izquierdo ocorrerá no Núcleo de Estudos da Cultura Popular (Necup) entre os dias 15 e 20 de maio, com inscrições até o 1 de maio, através do formulário: https://goo.gl/forms/RlnnVzRqfUmEe4tA3. Ela irá trabalhar a análise e a percepção dos ritmos populares tradicionais no trabalho cotidiano dos  interessados, e é direcionada para músicos de qualquer idade, que tenham afinidade com as temáticas e com os instrumentos de percussão.

Sobre os oficineiros:

Itiberê Zwarg  é compositor e arranjador, e realiza a prática da "Música Universal" no espaço Estúdio Praia de Botafogo, onde através de metodologia própria gera novos talentos. Ele participou, no final dos anos 60 até início dos 70, dos trios "Xangô Três" e "Bossa Jazz Trio". Em 1977 começou no "Hermeto Pascoal & Grupo", onde se mantém até hoje, tendo participado de turnês anuais pela Europa, América e Japão e de workshops e oficinas na França, Alemanha, Suíça, Estados Unidos. Ao longo da carreira com Hermeto, foram nove discos: "Zabumbebum A"; "Montreaux ao Vivo"; "Cérebro Magnético"; "Hermeto Pascoal & Grupo"; "Lagoa da Canoa"; "Só não Toca Quem Não Quer"; "Brasil Universo"; "Festa dos Deuses" e "Mundo Verde Esperança”. Na carreira, ele participou de trabalhados como o CD "Variasons", de Gilson Macedo, o CD "De Onde Vens", de Ivetty Souza, e do CD "Cordas Cruzadas" do quarteto Maogani de violões, entre outros. Ele também é criador da "Itiberê Orquestra Família" (1999), e, dentre outros trabalhos, lançou o "Calendário do Som", com 27 músicas extraídas do livro homônimo de Hermeto Pascoal. Foi contemplado com a bolsa Vitae – Compositor, realizou o  "Programa Natura Musical", e confeccionou um Songbook com CD das composições feitas nas Oficinas da Música Universal.

José Izquierdo é investigador dos ritmos religiosos e populares latino-americanos, e realizou viagens de estudo ao Peru, Argentina, Chile, Brasil e Bolívia. Viveu por dois anos em Cuba, se tornando “Olubatá” (tocador consagrado da Santeria Cubana). No Chile, fundou a escola de samba “Samba Kawin” e o “Grupo Folclórico de Danças do Brasil”. Durante cinco anos desenvolveu um projeto de percussão na Fundição Progresso (Rio de Janeiro), onde foi criado o Bloco de Conga do Rio, famoso por levar o carnaval cubano para a cidade e, posteriormente, a Orquestra de Conga, (ritmos latino-americanos), realizando a festa semanal “No te Calientes”, no Democráticos e no Cordão do Bola Preta, ambos na Lapa. No Rio foi também criador e diretor do grupo IORI (tambor batá e dança dos orishas). Já lecionou em importantes instituições de música do mundo, como o Instituto Superior de Arte de La Habana (Cuba), Escola de Música da ProArte (Rio de Janeiro), Universidade de Nova Deli (Índia) e no Barbican (Londres). Atualmente José é professor da Pracatum Escola de Música, no Candeal, em Salvador, fundada por Carlinhos Brown.


4ª Semana Afro-Latina
Data: 02 a 20 de maio
Informações: fb.com/semanaafrolatina
Oficina Musica Universal
Oficina Bloco de Conga
Dia: 02 a 06 de maio
Dia: 15 a 20 de maio
Horário: 09 às 13h
Horário 14h às 18h
Local: Fundação de Educação Artística
Local: Necup
Vagas: 35, é necessário levar instrumentos, com exceção do piano.
Vagas: 40, é necessário levar instrumentos de sopro, mas haverão congas e percussões disponíveis.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos