Comitê Mineiro de Apoio às Causas Indígenas lança campanha SOS Maxakali

Avelin Rosana, representante do Imersão Latina no Comitê Mineiro de Apoio à Causa Indígena com o líder Guarani Kaiowá Tonico Benites Ava Guarani Kaiowá apóia a campanha #SOSMAXAKALI
Relatório da 1° reunião da campanha SOS Maxakali

A reunião teve início com atraso devido a dificuldades que enfrentamos no hospital Santa Casa onde se encontra hospitalizada a parente Cecilia Maxakali, em situação de total abandono.Tivemos problemas com a demora na liberação da visita e após isso ainda no hospital, nos deparamos com inúmeras situações como por exemplo a visita de estranhos a parente o que apenas reforça a situação de vulnerabilidade extrema em que ela se encontra.Este também é um ponto da nossa denúncia formal.

Iniciada a reunião contamos com a presença de: Francisco Vorcaro, Antônio Aranã, Every Lopes,Flávia Silvestre, Tito Tavares,Severino Iabá, Nattydread, Maybi Maxakali, Avelin Rosana.

A seguinte pauta foi proposta:

-Contatos em BH.
-Contatos na Aldeia.
-Posto de coleta.
-Coleta e transporte de donativos.
-Data para viagem.
-Equipe para viagem.
-criação de grupos de atuação.
-Atuação em campo.( aspectos culturais e antropológicos)
-Denúncias formais:Vídeos( prontos) e cartas.
-Produção de vídeo denúncia.
-Audiência pública.

A partir dessa pauta ficou acordado a divisão de tarefas para cada um dos participantes da reunião podendo ainda sofrer alterações nas próximas reuniões conforme demandas.Dessa forma,ficou assim definido até então.

Comunicação e arte: Nattydread e Francisco
Contatos com MP, SEDESE,CEPIR, CONEPIR,APOIME, COPIMG, CIMI:Every
Contatos com escolas: Antonio Aranã e Severino
Contatos com a aldeia:Tito e Maybi
Contatos com supermercados, rede de apoiadores e colaboradores em potencial:Avelin
Problemáticas jurídicas: Poliane Janine
Transporte de donativos: Francisco
Material gráfico: Antônio ( impressão na FAE) e Francisco ( olhar a gráfica parceira no ato do dia 9).
Postos de coleta igrejas e Hospital Sarah: Nattydread
Denúncias formais: Avelin( cartas, relatórios e vídeos).
Produção de vídeo denúncia: Francisco e Natty

Ficaram em aberto os pontos em destaque na pauta preliminar.
A data para a viagem será acordada com o cacique Guigui de Pradinhos, por volta do mês de julho, ainda a confirmar.
A equipe que irá levar os donativos ainda será definida, bem como a forma de acesso á aldeia se ônibus locado ou carro particular ou ainda por meio de doação de alguma instituição colaboradora.
A audiência pública dependerá do aceite das denúncias e da recepção das mesmas nos meios legais.

Demais pontos surgirão nesse entremeio de coleta de doações,pedimos a todos que façam suas próprias pautas e questionamentos para serem debatidas e solucionados nas próximas reuniões.

Uma próxima reunião foi marcada para a próxima terça-feira, 20 de maio às 17h30 na rua São Paulo 818 12° andar, centro de Belo Horizonte (entre ruas Amazonas com Tupis).

Belo Horizonte 17 de Maio de 2014.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Grandes projetos na Amazônia e seus impactos

De volta à Pangéia: um dos contos DESnaturalizados de Brenda Mar(que)s Pena do Imersão Latina